Pessoas com comorbidades, com 35 a 59 anos, e que não preencheram o cadastro, ainda podem fazer no site da Prefeitura

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Itabira continua cadastrando pessoas com comorbidades (quem tem duas ou mais doenças ao mesmo tempo), de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 (PNO).

Para isso é preciso preencher o formulário que se encontra disponível no site da Prefeitura. No menu superior, basta clicar em Vacinação contra a Covid-19 e acessar o Cadastro para pessoas com comorbidades (clique aqui para ir direto ao formulário).

Na mesma aba também está disponível o formulário que deve ser preenchido pelo médico do paciente relatando as comorbidades (clique aqui para seguir para o relatório).

O cadastro é válido para as duas fases da etapa de vacinação de pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente.

De acordo com o PNO, como parte do grupo de pessoas com comorbidades, podem ser vacinadas quem tem diabetes Mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial resistente, estágio 3 ou estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo/comorbidade; doenças cardiovasculares; doença cerebrovascular; imunossuprimidos; hemoglobinopatias grave.

Estão incluídas também grávidas e puérperas com comorbidades. E ainda quem tem deficiência permanente e é cadastrado no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de pessoas com doença renal crônica, com síndrome de Down e com autismo.

Campanha em curso

A partir desta quinta-feira (27), Itabira estará vacinando pessoas com comorbidades com idade entre 35 e 59 anos contra a Covid-19, em cinco unidades do Programa Saúde da Família (PSF), válido para quem preencheu o formulário da Secretaria Municipal de Saúde até essa terça-feira (25).

A vacinação ocorrerá nos PSFs Eldorado, Água Fresca/Juca Batista, Centro/Vila Santa Rosa, Santa Ruth/Santa Marta e Amazonas/Areão, de 8h às 16h. Não é necessário agendamento.

Mas é preciso apresentar o cadastro preenchido (físico ou digital), o formulário de comprovação médica e a documentação que comprova a condição pré-existente (exames, receitas e outros com data de emissão inferior a um ano).

Além deste novo público, os PSFs continuam vacinando quem tem deficiências permanentes inscritas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), com qualquer idade acima de 18 anos. Já no ambulatório da Funcesi, a imunização é destinada a gestantes e puérperas com comorbidades.

Para ser vacinada é preciso também apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência em Itabira.

Além disso, o paciente não pode ter recebido qualquer vacina nos últimos 14 dias e nem ter tido a infecção pelo novo oronavírus com início de sintomas nos últimos 30 dias.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário