Live de Caetano Veloso é eleita melhor do ano por seguidores do Culturadoria

WhatsApp Pinterest LinkedIn +
Artista se apresentou duas vezes virtualmente durante a pandemia. Em agosto comemorou os 78 anos e o Dia dos Pais e, em dezembro, celebrou o Natal

Por Jaiane Souza*

Culturadoria – Em um ano com tantas lives, foi difícil escolher, né? Mas, depois da enquete realizada pelo Instagram, pelo menos para o público do Culturadoria, deu Caetano Veloso.

E olha que a disputa foi acirrada. Os participantes da nossa brincadeira tiveram que escolher entre Caetano e Gilberto Gil. Teresa Cristina, a rainha das lives, também não chegou à final.  Onde já se viu, né? Mas o objetivo aqui era pura descontração e um momento de conexão com nossa comunidade.

Em 2020, o público foi presenteado duas vezes com apresentações virtuais de Caetano Veloso. Na primeira, em agosto, o artista comemorou 78 anos de vida e o Dia dos Pais.

Após milhares de pedidos pelas redes sociais, Caetano cedeu e celebrou em dose dupla no palco improvisado mais oportuno: sua biblioteca. A live foi exibida exclusivamente pelo Globoplay. A plataforma ficou aberta gratuitamente para não assinantes durante o show.

A segunda live de Caetano Veloso, realizada em 20 de dezembro, foi temática de Natal. Além disso, o artista fez os seus votos de feliz ano novo, desejando que 2001 seja um ano melhor. Sim, 2001! Há quem diga que foi um ato falho, mas o fato é que seria bom mesmo se 2020 fosse deletado da existência.

Lançamentos e participação da família

Em agosto, o repertório foi repleto de clássicos, como Tigresa, Reconvexo, Trilhos Urbanos e Coisa acesa. Essa última em homenagem a Moraes Moreira, que faleceu em abril.

Entretanto, um dos destaques foi Talvez, música do artista em parceria com o filho Tom Veloso e o violonista Cezar Mendes. Ouça aqui. Outra novidade foi a canção Pardo, composta para APKÁ!, disco da cantora Céu.

A segunda live também contou com a presença de Zeca, Tom e Moreno. O lançamento da vez foi a música Autoacalanto, feita especialmente para o neto mais novo, Benjamin, que acabou de completar sete meses.

Além disso, não faltou, é claro, o falsete de Zeca. Ele cantou White Christimas, de Irving Berlin. Tom Veloso participou no violão. Já Moreno ficou com prato e faca. O pai, sempre orgulhoso.

Entre os destaques do repertório estão Cajuína, Reconvexo, Oração ao tempo, O leãozinho e Sampa. A apresentação completa, realizada no Teatro Claro Rio e transmitida pelo YouTube, está no canal de Caetano Veloso.

Frame da Live de Natal de Caetano Veloso, exibida pelo canal do YouTube do artista

Política

Caetano é um ser político desde o início da carreira. Na Tropicália, por exemplo, foi um dos artistas mais atuantes. Recentemente, a vivência na ditadura militar foi relatada no filme Narciso em férias, disponível no Globoplay.  O filme é uma narrativa detalhada e íntima da prisão e exílio ao lado de Gilberto Gil.

Como não poderia deixar de ser, ambas as apresentações de Caetano durante a pandemia teceram críticas ao atual estado da política brasileira. Em agosto, criticou o fato do governo Bolsonaro, no meio de uma crise de saúde global, não ter um ministro interino da saúde.

Outro destaque foi para o grande números de mortos pelo Coronavírus em aldeias indígenas. Infelizmente, a live não está mais disponível no Globo Play, mas você encontra alguns trechos no YouTube.

A segunda apresentação de Caetano Veloso, mesmo celebrando uma data festiva, não deixou de ser igualmente crítica. Afinal de contas, ainda estamos exatamente com os mesmos problemas, negacionismo da ciência e minimização da pandemia por parte de Jair Bolsonaro. Ademais o artista criticou o jeito americano de comemorar o Natal.

Em resumo, no fim das contas, podemos ficar com a vibe de Caetano e a esperança que a sua música traz. É muito bom ter artistas que ajudaram a construir a história artística e cultural do Brasil ainda ativos e falando sobre questões fundamentais dos nossos tempos

No destaque, em live, realizada em agosto, Caetano Veloso comemorou 78 anos de vida e o Dia dos Pais (Foto: Globoplay)

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário