Estação Primeira de Mangueira homenageia Drummond, em 1987, com exaltação à sua terra natal

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

 

No carnaval de 1987, a Estação Primeira de Mangueira foi campeã com samba-enredo homenageando Carlos Drummond de Andrade, cujo nascimento, em Itabira, completa 118 anos neste mês.

Com o samba-enredo, naquele ano, a agremiação verde e rosa sagrou-se bicampeã, tendo sido no ano anterior campeã com o enredo Caymi mostra ao Mundo o que a Bahia tem e a Mangueira também.

Na homenagem a Drummond, foi a vez de sua cidade natal ser homenageada: “Itabira, em seus versos ele tanto exaltou, com amor.”

Confira:

No reino das palavras

Autor (es): Rody, Verinha e Bira do Ponto

Puxador: Jamelão, José Bispo Clementino dos Santos

Mangueira
De mãos dadas com a poesia
Traz para os braços do povo
Este poeta genial
Carlos Drummond de Andrade
Suas obras são palavras
De um reino de verdade
Itabira
Em seus versos ele tanto exaltou
Com amor
Eis a minha verde e rosa
Cantando em verso e prosa
O que o poeta inspirou

É Dom Quixote, ô
É Zé Pereira
É Charlie Chaplin
No embalo da Mangueira

Olha as carrancas
Do Rio São Francisco
Rema, rema, remador
Primavera vem chegando
Inspirando o amor
O Rio toma forma de sambista
Como o artista imaginou

Na ilusão de um sonho
Achei
O elefante que eu imaginei

Carlos Drummond de Andrade

(Itabira do Mato Dentro, 31 de outubro de 1902 – Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1987)

No destaque, desfile de Carnaval da Mangueira em 1987 (Foto: Fernando Maia/Agência O Globo)

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário