Com resultado falso positivo para a covid-19 em teste rápido, exames mais complexos liberam Marco Antônio Lage para a campanha de rua

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Numa campanha atípica, em tempos de pandemia, todo cuidado é pouco e deve ser redobrado

Foi assim que os candidatos a prefeito Marco Antônio Lage (PSB) e a vice-prefeito Marco Antônio Gomes (PL) tiveram de se afastar das ruas, limitando-se a fazer campanha nos últimos dias apenas pelas redes sociais, depois que ambos foram testados positivos para a Covid-19, na quinta-feira (8).

Embora Marco Antônio Lage não tenha apresentado sintomas, ele fez teste rápido e teve diagnóstico positivo para a covid-19. Isso depois de o seu candidato a vice-prefeito Marco Antônio Gomes ter testado positivo em exame mais complexo.

Imediatamente, segundo a assessoria de imprensa dos candidatos, ambos interromperam a campanha de rua, permanecendo em isolamento domiciliar.

Entretanto, em dois novos testes mais complexos (RT-PCR e o sorológico) para detectar o vírus, não foi confirmada a contaminação do candidato a prefeito.

Porém, mesmo com a comprovação laboratorial de que não teria se infectado pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), por orientação médica Marco Antônio Lage teria permanecido em isolamento domiciliar. “Durante o isolamento, Marco Antônio não apresentou sintomas característicos da doença.”, informa a assessoria de imprensa do candidato.

Após ser avaliado pela médica infectologista Andrea Cabral, do Hospital Municipal Carlos Chagas, o candidato retorna à campanha de rua nesta quinta-feira (15), com as precauções necessárias, seguindo os protocolos de distanciamento social, higiene e profilaxia.

Já o médico nefrologista Marco Antônio Gomes, que atende na unidade de terapia renal substitutiva (hemodiálise) do Hospital Nossa Senhora das Dores, teve confirmada a infecção pelo novo coronavírus.

Mas ele concluiu, na terça-feira (13), o período de isolamento domiciliar – e já retornou à campanha eleitoral pela coligação Novo Marco.

Campanhas

Além de Marco Antônio Lage, disputam a prefeitura de Itabira o atual prefeito Ronaldo Lage Magalhães (PTB), candidato à reeleição.

E também os candidatos Alexandre “Banana” (PT), Cleverson Boim (Republicanos), Jânio Nunes (PSOL) e Marcinho “da Loteria” (Avante).

A disputa pela prefeitura ganhou mais volume com o início, na sexta-feira (9), da campanha eleitoral gratuita no rádio. E é intensificada nas redes sociais, modalidade que vem sendo mais usada neste curto período eleitoral.

Nas ruas a campanha ainda está menos intensa. Mas deve ser incrementada nos próximos dias, com os cuidados necessários para os candidatos não contraírem e nem disseminarem o vírus, como também para não poluir ainda mais a cidade.

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

2 Comentários

  1. José Ignácio www ipoema yahoo@. on

    Na verdade grupão é toda esta gente citada quando unidos…ao dividirem enfraqueceram porém leva vantagem os dissidentes pois viraram oposição que está crescendo pelo preparo e inteligência do candidato 40. Como é politica municipal seria uma atitude inteligente se as coligações contrarias ao atual prefeito aderissem ao Marco Antonio que ainda não se cotaminou com o ranço podre da politicagem itabirana. Todos ganhariam mas como isto é dificil de acontecer na final ele vai ter mais votos que todos os outros juntos….!

  2. Cristina Silveira on

    No começo eu pensei que a chapa do Marco Antônio podia ganhar as eleições, mas depois da entrevista do Ronaldo aqui na Vila entendi que a elite provinciana e desprendida de cultura está se abastecendo no Posto Alvarenga.
    Falei com algumas pessoas amigas de Itabira, todos votarão no Marco, fazem propaganda, o José Cruz, o luthier vota no Marco – um voto de 95 anos, lúcido, vivido e amoroso. Mas um amigo, riquíssimo disse pra mim que o Ronaldo encheu a cidade de pistas e considera isso um grande feito… Mas ele só anda de automóvel, não sabe do calor nas pistas asfáltica. E esse amigo era de esquerda até enricar acimo do necessário.
    Sorte é que o Marco Antônio poderá ser vitorioso na outra que ainda virá.

Deixe um comentário