“Amor estranho Amor”, polêmico filme com Xuxa no papel de uma prostituta, será exibido pela primeira vez na TV

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Será exibido pelo Canal Brasil, pela primeira vez na TV, às 00h30, na quinta-feira (11), o polêmico filme Amor Estranho Amor, do diretor Walter Hugo Khouri, que tem Xuxa como atriz coadjuvante, mas que roubou a cena como prostituta que faz cenas de sexo com menino de 12 anos.

Na época da filmagem, a atriz tinha 18 anos. Por muito tempo Xuxa barrou a exibição do filme, mas há cerca de três anos permitiu a sua comercialização sem cortes.

No longa-metragem, a apresentadora interpreta a prostituta Tamara, vítima de exploração sexual. No filme, a menina de 15 anos teria sido vendida a um prostíbulo. Na polêmica cena, ela contracena nua com o ator Marcelo Ribeiro, que interpreta o garoto de 12 anos

A apresentadora sempre refutou a acusação de que se trata de filme pornográfico. Hoje ela já fala abertamente das filmagens. Em recente entrevista ao UOL, Xuxa recomendou o filme: “Quem não viu, assista. É um filme legal, uma ficção, não é minha biografia”, disse ela.

“No mundo que estamos vivendo, as pessoas querem me atingir por causa do filme, me chamam de garota de programa, de pedófila por um filme que eu fiz quanto tinha 18 anos. Não me atingem”, disse ela, lembrando que ao longo dos anos o filme foi usado para achincalhar a sua imagem.

A obra cinematográfica foi lançada em 1982, tendo a sua reprodução sido proibida em 1991. Foi quando a “rainha dos baixinhos” conseguiu barrar a sua exibição. Para isso, durante 30 anos ela pagou anualmente o equivalente a R$ 345 mil pelos direitos de não exibição do longa-metragem.

Sobre a polêmica da relação com o menor, ela esclarece: “Eu não transei com um menino e não fui vendida para um prostíbulo. Minha personagem é que foi vendida para um prostíbulo, uma situação que ainda acontece hoje em dia. Aquilo é ficção”, disse ela em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Segundo ela, Pelé, com quem namorava na época, a incentivou a participar do longa, como forma de alavancar a sua carreira artística. “É um filme que fala de uma situação muito atual, que é a exploração infantil. Isso é a realidade de muita gente.”

Fontes: UOL, O Globo e IstoÉ Gente

Foto: Reprodução

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário