Vitimado pela diabetes, Milton Dias Santos, ex-prefeito de Itabira, morre aos 89 anos

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Prefeito de Itabira em 1982, Milton Dias Santos, o Miltão, faleceu aos 89 anos, nesse sábado (5), vítima de complicações pela diabetes.

A sua curta gestão frente à Prefeitura de Itabira foi marcada pela inauguração do Centro Cultural, cuja obra havia sido iniciada pelo seu antecessor, Jairo Magalhães Alves (1977/81), também já falecido, de quem ele foi vice-prefeito.

Magalhães se desincompatibilizou do cargo para disputar uma cadeira na legislativo mineiro, tendo sido eleito deputado estadual pelo recém-criado PMDB, partido do qual Miltão foi presidente por muitos anos.

Ainda na Prefeitura de Itabira Miltão ocupou o cargo de secretário de Obras, na administração do ex-prefeito José Maurício Silva (1983/88).

Para a sua sucessão foi candidato a prefeito, mas acabou derrotado pelo fenômeno radialista Luiz Menezes (1989/92), que havia acabado de inaugurar a primeira emissora de rádio da cidade.

Músico, Miltão tocava trompete na banda Santa Cecília. Sempre atencioso, bonachão e simpático, ele era aposentado da Vale, onde foi eleito operário-padrão.

O seu sepultamento ocorreu no domingo, apenas com a presença de familiares e amigos mais próximos devido à pandemia.

No destaque, Miltão em frente ao Centro Cultural com a filha Vanessa Alvarenga Dias Santos (Foto: acervo da família)

i

Compartilhe.

Sobre o Autor

2 Comentários

  1. João Izael Querino Coelho on

    A cidade perde um dos baluartes da política e da arte, pois como prefeito e músico contribuiu de forma relevante.
    À família rogo a Deus que a conforte e dê forças nesse momento de dor.
    Abraço fraterno

    João izael

  2. Cristina Silveira on

    O seu Miltão da banda, da prefeitura, operário padrão… um cidadão itabirano! As cornetas dos serafins tocam para ele.
    Abraço pra família.

Deixe um comentário