Vale apoia Itabira no combate ao coronavírus desde o início da pandemia

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Uma das principais medidas é a aplicação de testes rápidos, que pode contribuir para a redução do número de casos na comunidade.

A Vale está unindo todos os esforços no combate à Covid-19 para continuar operando com segurança e protegendo aqueles que estão na linha de frente.  Pensando primeiramente nas pessoas e no impacto dessa pandemia no coletivo e no individual, a empresa tem atuado para contribuir de forma significativa com o Brasil e, em especial, com os estados e municípios onde atua.

Uma das principais medidas adotadas é a aplicação de testes rápidos, aplicados em todos os empregados próprios e trabalhadores de empresas que prestam serviços e estão nas operações e projetos.

Iniciada nas operações de Itabira em 20 de maio, a testagem é capaz de apontar se a pessoa teve contato com o vírus da Covid-19. Após os testes, a equipe de saúde da empresa comunica os resultados aos órgãos competentes.

Considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma das mais eficientes linhas de defesa contra a doença, a medida permite que as pessoas sejam orientadas quanto aos cuidados necessários, contribuindo, assim, para reduzir o número de casos na comunidade.

Entenda a testagem na Vale

A testagem é realizada por uma equipe médica treinada e preparada

 O processo é realizado antes das pessoas iniciarem o trabalho, em espaços amplos e estruturados, devidamente sinalizados, a fim de evitar aglomerações.

  • A avaliação é feita a partir da coleta de uma amostra de sangue do empregado ou prestador de serviço. Essa amostra é colocada no recipiente que contém o reagente para coronavírus e o resultado do teste sai em até 30 minutos.
  • Caso o resultado seja positivo, o empregado ou prestador de serviço recebe assistência da empresa para seguir as orientações e protocolos que compreendem o isolamento social por 14 dias.
  • Após a conclusão dos testes, os resultados também são comunicados aos órgãos competentes, uma vez que a Covid-19 faz parte da lista de doenças infecciosas de notificação compulsória do Ministério da Saúde.
  • No Complexo Itabira, até a primeira semana de junho, quase todo o efetivo em regime presencial foi testado e os resultados comunicados aos órgãos competentes. A testagem será realizada continuamente, seguindo  ciclos  de 21 dias, conforme ciclo de contaminação do vírus.

Ações preventivas

A Vale adotou padrões de segurança, de nível mundial, em todas as suas operações. A empresa reduziu, significativamente, seu efetivo administrativo e operacional para manter apenas os serviços essenciais. Colocou ainda, em prática, uma série de ações para proteger a saúde e segurança dos seus empregados e prestadores de serviços.

Conheça algumas:

  • Home office adotado desde 16 de março para empregados próprios e terceirizados, cujas funções são elegíveis a home office.
  • Manutenção dos trabalhadores acima de 60 anos ou com fatores de risco em casa.
  • Instalação de câmeras térmicas nas portarias das unidades.
  • Restrição de acesso nas portarias e entrada apenas de fornecedores essenciais, como os de alimentação, água e transportes.
  • Triagem diária na chegada dos trabalhadores, com aferição de temperatura corporal e apresentação do checklist diário.
  • Ao identificar qualquer sintoma gripal, por meio de checklist diário, o empregado recebe recomendação para permanecer em casa por 14 dias e passa a ser assistido pela equipe médica.
  • Suspensão de todas as obras de construções não essenciais.
  • Reforço do protocolo de limpeza e desinfecção em todos os ambientes das unidades operacionais e equipamentos.
  • Uso obrigatório de máscaras em todas as unidades.
  • Medidas de distanciamento social, com aumento da frota de ônibus para reduzir lotação, maior distanciamento nos restaurantes, ônibus e dependências da empresa e alteração dos horários de entrada e saída para evitar aglomeração.
Apoio a Itabira

Hospital Nossa Senhora das Dores, em Itabira, recebe da Vale a doação de mais de 1,6 milhão de itens de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde

Além do apoio ao Governo Federal e às instituições de saúde, a Vale tem apoiado os municípios em que está presente. Entre os meses de abril e maio, o Hospital Nossa Senhora das Dores, que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em Itabira, recebeu da Vale a doação de mais de 1,6 milhão de itens de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde, entre eles: 238 mil máscaras cirúrgicas, 8 mil máscaras N95, 37,2 mil aventais, 200 óculos, 1,35 milhão de luvas descartáveis, além de 8,4 mil kits de testes rápidos para Covid-19.

A Vale acredita que o conhecimento e a informação – compartilhados com os órgãos competentes –  são fundamentais para vencermos a Covid-19.

As suas atitudes também fazem diferença. Você contribui para o bem-estar e a segurança de todos quando adota medidas simples de proteção, como: lavar bem as mãos, usar máscara e evitar aglomerações.

Com serenidade e responsabilidade, vamos superar juntos este momento.

Conheça outras ações em vale.com/coronavirus

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. Antônio Jordão de Magalhães Neto on

    Saber elaborar e interpretar leis municipais. Ter consciência da responsabilidade do cargo que exerce. Aprovar as propostas que serão de uso coletivo sem descriminação e que sejam para o bem da população em um todo. Fazer fiscalização constantemente nos setores da Fazenda , Secretária de obras e Compras.

Deixe um comentário