Serra dos Alves está no itinerário da 2ª Cipó Cup, a prova ciclista mais expedicionária do país

1
Compartilhe.

O povoado Serra dos Alves, no distrito de Senhora do Carmo, município de Itabira, vai ser um dos muitos lugares bucólicos por onde os competidores da segunda edição do Cipó Cup farão uma das provas. No povoado, os competidores permanecem por uma noite.

A 2ª Cipó Cup, a prova ciclista mais expedicionária do Brasil, que tem o itabirano Antônio “Ticorico” Duarte Gonçalves como seu idealizador e organizador, acontece nos dias 23 a 27 deste mês. O percurso, partindo do Alto Palácio, na Serra do Cipó, será de cerca de 400 quilômetros, encerrando a competição em Conceição do Mato Dentro

Serra dos Alves recebe os competidores na sexta-feira (25), por onde pernoitam. Seguem no dia seguinte para Morro do Pilar, passando por Cabeça de Boi (Fotos: Carlos Cruz e Divulgação)

Os competidores chegam na Serra dos Alves na sexta-feira (25). Lá eles terão a oportunidade para se conhecerem um pouco mais, conversarem entre si e com os moradores, em um momento descontraído pós-prova.

Serra dos Alves, na chegada do povoado, partindo de Senhora do Carmo. No caminho das tropas, seguem as bikes

“Na Serra dos Alves, os bikers poderão tirar as sapatilhas e ficar descalços, contemplando e respirando o ar puro em meio àquelas montanhas maravilhosas”, vislumbra Ticorico, já antecipando o grande encontro que ocorrerá no distrito de Itabira, que tem o turismo ecológico e contemplativo mais badalado do município.

“Com certeza, a maioria dos competidores vai querer voltar mais vezes para conhecer melhor essa região belíssima de Minas Gerais”, acredita o biker itabirano, um dos pioneiros do mountain bike nacional, já tendo participado de inúmeras competições internacionais e no país. “Será um evento muito sadio e promissor do ponto de vista turístico”, é a aposta que ele faz.

Percurso

A competição tem início na localidade de Alto Palácio, na Serra do Cipó, seguindo no dia seguinte para o povoado Peixe Tolo, na quinta-feira (24). No dia seguinte, os competidores chegam a Serra dos Alves.

Os bikers terão de passar por rios de água cristalina, mas sem pausa para mergulho

Na sequência, passam por Cabeça de Boi, no município de Itambé do Mato Dentro, mas não param. Seguem por trilhas para o município de Morro do Pilar, onde será realizada a quarta etapa da competição, no sábado (26). Do antigo Morro do Gaspar Soares, os ciclistas irão pedalar até Conceição do Mato Dentro, onde a competição será encerrada.

Serão cinco dias de pedaladas, passando por trilhas inóspitas, matas virgens, lugares ermos, montanhas a perder de vista – e uma incrível diversidade biológica e cultural.

Campos rupestres, matas de galerias, travessia de córregos e serras, vilas e povoados bucólicos – esse será o cenário deslumbrante, de encher os olhos, e os pulmões com o ar puro das montanhas desta porção meridional da Cordilheira do Espinhaço, que os competidores irão conhecer.

Trilhas e paisagens deslumbrantes ao longo do percurso

“O percurso será feito por belas trilhas, lugares inóspitos, ermos, cachoeiras lindíssimas”, exalta Ticorico, que conhece bem a região pedalando em sua bike.

Com exceção da primeira etapa, no Peixe Tolo, onde os competidores pernoitarão em barracas e com infraestrutura oferecidas pelos organizadores, nas demais localidades eles pernoitarão em pousadas, interagindo com os moradores.

Segurança

O percurso será feito em duplas, sem congestionamento de competidores

As provas serão realizadas com segurança, sem perigo de o atleta errar o trajeto e se perder. Para isso, contarão com GPS e seguirão por trilhas e caminhos sinalizados com fitas zebradas.

Serão feitas também pinturas perto de porteiras e fixadas setas em encruzilhadas. O material empregado é biodegradável, que some com o tempo.

Os competidores pedalam sempre em duplas. Um critério importante para o grid de largada, definido pela organização, é que cada dupla irá pedalar quase que sozinha, não havendo aglomeração de bikers ao longo das jornadas.

Competidores

Os campeões da primeira edição do Cipó Cup

O italiano Marzio Deho, campeão de provas importantes como o Titan Desert, Trans Rock, Mongolia Bike Challenge, Iron Bike Itália, Dolomitas Super Bike, Himalaya Highest MTB Race e de tantas outras, é um dos competidores já inscritos, devendo participar de provas de longa distância.

Alexandre Manzan é outro competidor inscrito, referência no triátlon no passado e campeão de X-Terra. Manzan vai estar também na briga pelo título.

Entre os competidores brasileiros, Marcelo Soares, o Mixirica, também figura entre os favoritos. Ele ficou na terceira colocação na prova da Red Bull, na Sibéria, tendo atravessado a Rússia de bicicleta.

Além desses atletas mais renomados, participam também bikers vindos de vários estados – e também outros competidores de outros países. As inscrições são limitadas a 50 duplas.

Das Categorias:
Dupla Masculina, Dupla Feminina, Dupla Mista e Dupla Master
Solo
Expedition (percorre a 5ª Etapa, de Morro do Pilar até Conceição)
Passeio Day Bike Day (no Domingo e aberto ao público)
Das etapas:
23/05: 1ª Etapa: Alto Palácio (Prólogo)
24/05: 2ª Etapa: Alto Palácio – Peixe Tolo
25/05: 3ª Etapa: Peixe Tolo – Serra dos Alves
26/05: 4ª Etapa: Serra dos Alves – Morro do Pilar
27/05: 5ª Etapa: Morro do Pilar – Conceição do Mato Dentro.

Mais informações e inscrições pelo site www.cipocup.com.br

Sobre o Autor

1 comentário

Deixe um comentário