Se você abrir a boca. Se você for pra rua. O Brasil vai ser “do mundo”

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Marcelo Procopio

“Estou pronto pra mostrar que esse país pode voltar ser respeitado no mundo”.
Mas primeiro temos que tomar partido de um caminho.

Daí:
“O Brasil vai ser o país que a gente quiser”
Entre aspas é Lula falando. Certamente. No encontro com 20, 30 ou 40 mil pessoas na Praça da Estação.

Lula na praça da Estação, em Belo Horizonte, 30 de outubro, Caravana Lula pelo Brasil (Fotos: Ricardo Stuchert)

Seria bom, né, se na segunda, 29 de outubro, tivessem aparecido 100 mil, num processo para contaminar o país inteiro.

Ainda não foi desta vez. Mas vai indo. Mesmo sem as tvs tradicionais, ainda fonte de informação da maioria dos brasileiros.

— Será que ainda dependemos tanto assim da velha mídia? Que sem a tv os movimentos não se transformam em tsunami social?

(não precisa do apoio dela, só da notícia jornalística).

Mas de que me lembro?: de quando o governo Lula e o da Turquia propuseram intermediar o processo de desenvolvimento de energia nuclear do Irã.

Porque Israel não queria (não tem direito de impedir, mas acha que pode tudo com suas mais de 120 ogivas nucleares), o lado imperial ocidental do planeta, EEUU à frente, estava pronto para fazer do Irã mais um Iraque e Afeganistão.

Destruição em massa, com bombas, armas e soldados, é característica e prazer do país sem nome (como diz Godard), Estados Unidos.

No entanto, as propostas pacifistas de Brasil e Turquia eram melhores e mais democráticas que todos os recortes e limitações da frente ocidental contra a liberdade e o desenvolvimento do Irã.
De alguma forma prevaleceu algumas ideias da dupla periférica. E o Irã pode continuar enriquecendo urânio para criar energia. A história é longa.
Mas o que fizeram a mídia tradicional e seus jornalistas e comentaristas, políticos de direita (acrescenta aí FHC), os reacionários, futuros coxinhas?

-Ridicularizaram a ousadia e a capacidade de um ex-operário intermediar tamanha façanha mundial.
Ou seja, ‘Eles’ acham que o Brasil nasceu pra ser quintal, terceiro mundo, segundo plano, quarto de bugigangas.

Enfim, um país eternamente incapaz de ter ideias próprias.

De ser ator protagonista no teatro da História da Humanidade. Parte do mundo e que sonha com uma outra ONU que tenha poder político para dizer sim ao processo de humanização do planeta e não ao poder dos donos das bombas.

Lula simplesmente, e não apenas com esse movimento nuclear, mostrou em oito anos que é possível dividir o bolo antes que ele cresça e antes que os donos das coisas peguem tudo que puderam carregar.
Porque basta um pouco de visão histórica para saber:
— O Brasil no século 21 começou a desenhar uma nova Nação, mais igualitária, que reconhece toda sua população como pessoas humanas, com todos os direitos de viver feliz.

O golpe matou os caminhos já abertos pelos governos dos primeiros 15 anos do 21.

Viramos o país que retroage numa velocidade estonteante.

A gente vê aí a intolerância dos caretas. A imposição policial. A censura às artes, à liberdade de pensar livremente.

Quanto mais a mídia bate em Lula, a sua candidatura à presidência cresce

Há uma tristeza tomando conta dos sonhos que inventamos pro mundo ainda no século 20. E o Brasil está no pior desses patamares.

E os brasileiros

Não conseguimos sair da preguiçosa posição de assistir tudo pelo computador, ainda que irritados com a realidade.  E como não escrevi o nome dele aqui ainda, vemos o desgoverno Temer, com 97% de reprovação, acabar com todos os ganhos sociais nascidos do novo desenho de país que veio com Lula.

Porque apoiado pela cambada mais safada do selvagem capitalismo brasileiro: o tal do grande capital (a que chamam de ‘Mercado’, como se fosse um ente não querido) e um Congresso com mais de 300 políticos vendidos, que aprovam tudo de pior que o desgoverno se lhe apresentam.

Mas este país ainda vai cumprir seu ideal e ser o Brasil que a gente quiser.

Se a gente quiser.

Se a gente abrir a boca.

Se as pernas se moverem

Se a gente não esperar só por outubro de 2018.

Nota de pé de página:

Depois de gastar entre 12 e 30 bi do nosso dinheiro público para comprar votos de deputados que já votariam a favor de qualquer maneira, Temer, o inaceitável, decidiu economizar pra cima do trabalhador. O salário mínimo de 2018, que voltou a não ter mais ganhos reais como acontecia desde 2004, e que estava previsto para ser de R$ 969, foi reduzido para R$ 965. O governo canalha argumenta que a inflação está em baixa e que precisa fazer caixa. Vai economizar R$ 1 bi em 2018.

Safadeza pouca é bobagem, né?

 

 

 

 

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

3 Comentários

  1. cristina silveira on

    querido camarada Procópio, te chamo camarada porque sei que você é vermelho anarquista, por isso a liberdade. há quanto tempo não lhe vejo, não o leio?…

    no dia 4.3.16, quando o presidente Luis Inácio Lula da Silva, foi conduzido coercitivamente pro congonhas eu morri, morri de medo, de pavor, e, aos poucos fui tomada por uma solidão tremenda, sai pra rua, angustia, angustia e eu só pensava em você. queria ouvir você, falar com você, da perplexidade, da angustia, da indignação, do medo. profunda dor e eu só pensava em você e você não tava aqui.

    Utopia —– Distopia! Distopia! Distopia! —–

    eu queria estar na praça da estação, é essencial ouvir o líder falar pras massas, e, nós só temos o Lula; Brizola não há mais… o Lula resgata expectativas, nos apruma. Incrível como os beócios da classe média lhe querem ofender com o adjetivo de analfabeto (Oh! Sócrates, eles não te ouviram!). ignorante com letramento e emprego nas repartições públicas são eles, insignificantes cidadãos, ou seja não fazem ideia do que seja Nação. e é por mode desta ignorância que o Brasil caminha pra traz.

    Resistência….. resistir é preciso!

    lula brilha no coração da massa e é porque a gente só conta com a gente mesmo – NósPorNós.

    ando pelas ruas e tenho comigo, que a chapa já quente, vai ferver; os cortes nos programas sociais significam -rigorosamente – ficar sem comida, e, fome, corrói a sanidade, a pessoa endoida, vira bicho. só os rentintas estão sorrindo pra vida. a situação aqui no rio, o clima das pessoas é de raiva, desespero; aposentados sem receber desde o ano passado, posto de saúde não funciona (devo admitir, com Edu Paes a situação era muito melhor). e agora o ministro da justiça nos vem revelar o relatório da PF sobre a parceria da polícia com a orcrim não-governamental no estado. estamos pasmos com a novidade.

    Resistência! Resistir até o Fim Sem Medo!

    Beijoca Procópio.

Deixe um comentário