Prefeito diz que nova subestação da Cemig em Itabira facilita atração de indústrias

1
Compartilhe.

“Uma nova subestação de energia será instalada em Itabira e terá grande importância para diversificar a economia do município”, anunciou o prefeito Ronaldo Magalhães (PTB) em entrevista coletiva concedida após a viagem que fez à China, em busca de recursos para investir em projetos estruturais para alavancar a economia local.

Segundo informou o prefeito, até março deste ano a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) dará início à instalação da nova subestação, chamada SE Itabira 6, em uma área já definida no final do bairro Praia. Atualmente a estatal já dispõe de uma subestação no bairro Pedreira do Instituto.

Ronaldo Magalhães anunciou a nova subestação como importante investimento para alavancar a diversificação econômica (Fotos: Carlos Cruz)

“Itabira vai dispor de suficiência energética por mais 30 anos”, projetou o prefeito. “A nova subestação dará mais segurança para que novos investimentos sejam realizados em Itabira.”

Procurada pela reportagem deste site, a Cemig confirmou a informação. O investimento previsto é de R$ 9 milhões, devendo gerar 150 empregos diretos durante a execução das obras e instalações, o que deve durar dez meses.

A nova SE Itabira 6 irá proporcionar um incremento de 15 MVA no sistema elétrico da região. Isso permitirá fazer novas cargas para abertura de novas indústrias, possibilitando a expansão das atividades produtivas no município – e também em Santa Maria de Itabira.

A estatal informa ainda que a SE Itabira 6 será instalada empregando novos conceitos de engenharia. Pelas suas características inovadoras, acentua, a nova subestação demanda uma área oito vezes menor para a sua implantação comparada a uma subestação convencional. “Será uma construção compacta.”

A sua operação será totalmente automatizada, devendo ser telecomandada a partir do Centro de Operação da Distribuição (COD). “É o que irá permitir fazer correções mais rápidas de eventuais problemas”, acentua a nota da estatal.

Religadores

Subestação da Cemig no bairro Pedreira do Instituto: a nova SE Itabira 6 será mais compacta

Juntamente com a nova subestação serão instalados quatro religadores na rede elétrica da cidade. Instalados em postes, esses religadores protegem o sistema elétrico. Trata-se de dispositivo importante por reduzir o efeito de falhas transitórias que interrompem o fornecimento de energia por motivos diversos, como quedas de árvores na rede.

“Esses religadores atuam também isolando o trecho com problemas e possibilitam a conexão em outro circuito próximo, que passa a ser a fonte de alimentação.” A expectativa é reduzir os transtornos causados à população por desligamentos não programados da rede elétrica.

Com os novos dispositivos implantados em Itabira, a Cemig espera também melhorar os indicadores que medem a qualidade do fornecimento de energia. Isso será possível com a redução no tempo de correção e também na quantidade das interrupções que afetam a população.

Potência

Com potência instalada de 15 MVA, a SE Itabira 6 terá capacidade para atender a demanda de uma população de 30 mil consumidores. Como parte da unidade, serão instalados quatro alimentadores que irão melhorar a distribuição da energia.

A nova SE contará ainda com um banco de capacitores de 3,6 MVAr, que melhoram os níveis de tensão energética. “Com os investimentos em melhorias, os religamentos se tornarão mais ágeis, melhorando a qualidade no fornecimento de energia, beneficiando mais de 130 mil moradores de Itabira e Santa Maria de Itabira”, informa a estatal.

 

Sobre o Autor

1 comentário

Deixe um comentário