Polícia Civil, na quarentena, prioriza atendimento virtual, exceto para quem não possui internet e nas ocorrências com prisões em flagrante delito

WhatsApp Pinterest LinkedIn +
Postagem atualizada nesta sexta-feira (20), às 16h30, com informações complementares da Polícia Civil

Para fazer frente à disseminação do novo coronavírus (Covid-19), e seguindo orientações dos governos mineiro e federal, a partir desta sexta-feira (20), fica alterada a rotina de atendimento ao público nas delegacias de polícia. Com isso, não haverá atendimento presencial, apenas virtual.

As exceções ficam para quem não possui internet, assim como nas ocorrências com conduzidos (detidos em flagrante) – e também para os atendimentos urgentes, na Delegacia de Plantão, que continua funcionando 24 horas por dia.

Após o fechamento desta matéria, a Polícia Civil emitiu novo comunicado, ampliando o leque de atendimento presencial em todas as unidades de Minas Gerais, para os casos urgentes, como autos de prisão em flagrante, homicídio e feminicídio, estupro, violência doméstica, sequestro e cárcere privado.

O atendimento presencial também continua valendo para roubo, fruto de veículos com prisão de suspeito, riscos de perecimento de prova, além de outros casos  a critério da autoridade policial.

Já o registro de ocorrências de menor gravidade, com dados pessoais dos envolvidos e relato dos fatos, somente passa a ser feito pela delegacia virtual https://delegaciavirtual.sids.mg.gov.br ou ainda por meio do e-mail redspcitabira@gmail.com. O Reds (registro de ocorrência) será confeccionado e remetido para o e-mail do solicitante. Nesse caso, o atendimento presencial também somente irá ocorrer para quem não tem acesso à internet.

As ocorrências de acidente de trânsito sem vítima, desaparecimento de pessoas, localização de desaparecidos, dano simples, perda de documentos e objetos, assim como de furtos serão confeccionadas pelo próprio solicitante por meio da Delegacia Virtual (delegaciavirtual.sids.mg.gov.br).

Adiamentos 

Para os próximos dias, diversas oitivas (depoimentos) agendadas na unidade policial foram adiadas. Permanecem, entretanto, as essenciais para a continuidade das investigações em andamento.

Carteiras de Identidade somente serão confeccionadas em casos excepcionai, para consultas médicas, cirurgias, necessidade de trabalho e viagens urgentes, mediante comprovação.

Para isso, o Posto de Identificação, situado na avenida Carlos Drummond de Andrade, s/n, somente irá atender de terça a quinta-feira, no horário de 8h às 12h.  Todos os demais agendamentos foram cancelados.

Na Delegacia do Trânsito somente serão gerados documentos para veículos zero quilômetro – e para casos urgentes e excepcionais.

Foram também suspensos os exames para obter Carteira Nacional de Habilitação (legislação e exame de rua). E estão suspensas as aulas em Centros de Formação de Condutores.

Veículos apreendidos somente serão restituídos após o envio da documentação por meio do e-mail liberacao.itabira@hotmail.com.  Posteriormente, a delegacia fará contato comunicando a liberação.

O delegado regional Helton Cota Lopes pede a compreensão e que atentem para as orientações para a prevenção de qualquer situação que coloque em risco a saúde e a vida do cidadão e dos familiares.

 

Serviço

 

Telefone da Delegacia de Itabira: 3834-6677

Compartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. A internet não detém o crime na rua. De todo modo quem mais cria problema, arruaça e Violência é a polícia. Aqui a polícia está deitando e rolando; de um lado o “empreendedor individual” vende álcool gel falsificado e no lado oposto a policia com aquela postura física escrachada de celular ligado, rindo besteiras.
    Mas é verdade que a polícia militar é pior, muito pior do que a civil. Vamos entrar no confronto de guerra e a polícia vai se dar bem, muita propina vai rolar. E o que virá depois da peste? como vai ser a polícia? Continuarão sendo, em nome da lei, os que matam os pobres pretos? É possível que a classe média vá ocupar o lugar do tira pobre preto e, será muito mais cruel com o seu diplominha de dotô advogado… Mas é isso aí, o presidente da República é um Miliciano e incentiva a matança, a polícia está com a arma nas mãos e o prazer em exterminar os que não são “pessoas de bem”, o PR dá a maior força. Quem mandou matar a vereadora Marielle Franco?

Deixe um comentário