Pitacos da rodada esportiva

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Luiz Linhares*

Libertadores têm definições nesta semana que prometem fortes emoções

Um final de semana com o campeonato Brasileiro em alta, mas com bola rolando somente na sexta e sábado em virtude das eleições em nosso país. É sempre muito ruim para quem gosta de futebol ficar sem ter bola rolando. Certo é que Deus gosta de futebol e nos reservou um baita jogo para acompanharmos pela Liga Espanhola. E que jogo, clássico quando o Barcelona no Camp Nou goleou o grande rival Real Madri por 5×1 com show do uruguaio Luis Suarez que fez três. Salvou com certeza o início da tarde deste último domingão.

Palmeiras tropeça na Libertadores, mas mantém-se na liderança do Brasileiro. Já o Grêmio (na foto em destaque) tem situação mais tranquila na partida de volta (Fotos: UOL)

O que nos interessa de verdade é o nosso cenário do futebol nacional. Tivemos na sexta e no sábado a décima segunda rodada do returno e está chegando a hora da verdade para muitos e de apreensão e ansiedade para outros. É o sob e desce da tabela que alegre e amedronta.

Vou abrir espaço aqui em relação a Libertadores que nesta semana define seus finalistas. Continuo torcendo pelo futebol brasileiro, sou verde e amarelo com certeza. O Grêmio tem tudo para novamente fazer a final, carrega nas costas o peso de ser o atual campeão e já deu um belo passo na Argentina para novamente se colocar no degrau do bi.

Fez um jogo impecável contra a boa equipe do River Plate na casa deles, e com desfalques que seguramente não os terá em casa. Falo de Luan e Everton. O Grêmio vai pra cima do River e até com empate é finalista. Casa cheia, moral em alta, sem surpresas. Tudo leva a crer no tricolor gaúcho mais uma vez lá.

O Palmeiras que é tido como o melhor elenco e o time com a melhor condição e estrutura já se deu mal na Copa do Brasil e ficou de fora no duelo contra o Cruzeiro. Agora na Libertadores cometeu o mesmo erro do Cruzeiro. Perdeu em Buenos Aires para o Boca por dois gols.

Tem que dar o troco e não pode correr o risco de levar gol em São Paulo. Missão fica bem mais difícil com certeza, a pressão, a ansiedade e a própria necessidade de fazer três gols para chegar a final é um peso e tanto diante de um adversário copeiro, malandro e que sabe jogar na adversidade do adversário, nada que gol ou gols não destrua, mas é muito difícil.

Cruzeiro já busca reforços para o próximo ano e cumpre tabela no Brasileirão

De volta aos jogos, Fred busca se firmar no Cruzeiro

Cruzeiro venceu o lanterna Paraná com facilidade, nenhuma complicação ao longo de todo o jogo. Mano Menezes começa dar mais espaço a atletas que bem pouco vinham sendo utilizados e mesmo retornando de recuperação. Falo de Rafael Sobis, Fred e outros que começaram neste último jogo e como outros vão para uma nova avaliação, pensando no próximo ano.

Nos bastidores já dão como quase certa a presença do Gabriel, o Gabigol do Santos, no próximo ano no Cruzeiro. Se confirmado, é com certeza um grande nome e abre espaço para saídas de Barcos, Sassá ou até mesmo de Fred. Esperar para ver.

Atlético tem semana de cobrança e treina forte para a partida no Castelão contra o Ceará

Estou escrevendo esta coluna nesta segunda-feira, quando Levir Culpi terá o seu segundo grande teste com o Galo. O técnico teve com a equipe uma semana cheia de trabalho, de conhecimento de grupo e também para promover mudanças que possam garantir uma melhor qualidade a todo o time.

Torcida protesta em frente ao Centro de Treinamento do Galo e cobra resultados

A semana foi de cobrança, com torcida organizada manifestando dentro do centro de treinamento. Insatisfação total com o rendimento atual é uma certeza, assim como a angústia pela aproximação de concorrentes a sexta e ultima vaga para a próxima Libertadores, uma ameaça real.

Agora só tem mesmo possibilidade de se trabalhar muito, falar menos e pedir ao nosso senhor uma criação melhor. O Ceará no Castelão na bela Fortaleza é o cenário desta noite. Vencer e vencer, este é o ideal atleticano para hoje e sempre.

América luta para não cair e se manter na elite do futebol brasileiro

O América está há oito jogos sem vencer, a última vitória foi em 6 de setembro quando venceu o Vasco no Independência. De lá até hoje foram cinco empates e três derrotas. Os próximos adversários são o Cruzeiro e o Paraná no Independência, Internacional em Porto Alegre e o Santos no Independência.

Está na décima sexta posição só ficando fora da zona de degola por saldo negativo inferior ao da Chapecoense. O início arrasador do técnico Adilson Batista se foi, não tem conseguido dar força de ataque ao seu time e a queda na tabela tem-se tornado irreversível.

Ainda requer cautela, atenção e muita sorte e competência. Acredito ser bom se pensar em jogo a jogo. Um degrau por vez, vencer o Cruzeiro e o Paraná em casa é crucial, Vale o ano, vale se manter na elite. Agora é se agarrar no que aparecer pela frente. De novo. a série B não!

*Luiz Linhares é diretor de Esportes da rádio Itabira-AM

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário