Pitacos da rodada esportiva

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Luiz Linhares* 

Aplicado na marcação, Valério segue invicto vencendo obstáculos também fora de campo

Considero surpreendente e entusiasta a participação inicial do Valério no campeonato Mineiro da Terceira Divisão. Completou neste último domingo a sua terceira participação. E se mantém com 100% de aproveitamento. Foram duas vitórias alcançadas na casa do adversário e uma que, mesmo sendo mandante, acabou acontecendo em campo neutro, em São Gonçalo do Rio Abaixo, em sua Arena, campo onde normalmente não treina e nem joga.

Com três vitórias, Valério segue invicto (Foto: Divulgação)

Digo surpreendente por ter tido um início de preparação bem mais atrasado que os demais oponentes, dificuldades básicas que prejudicaram a preparação em todos os aspectos. Dadas as circunstâncias, a superação do grupo é bem significativa.

Venceu o último jogo com méritos alcançados pelos atletas e pelos comandantes. O que se observa é um time bem aplicado e sabedor do que teria a realizar e aquilo que lhe esperava. Enfrentou um adversário empurrado por mais de seis mil torcedores.

Valeu-se de um plano de jogo definido, dando o espaço ao adversário, com aplicação forte de marcação com muita segurança. O seu goleiro fez defesas importantíssimas e arrojadas, o que aumentou a confiança do grupo, abastecendo a todos na sincronia do jogo.

Posso dizer que foi cirúrgico em dois momentos, um de contra-ataque e outro no aproveitamento de erro adversário. Valeram dois gols e a definição da partida. Não é fácil vencer fora de casa e ainda mais nas circunstâncias que o Valério encontrou no sul de Minas. O time itabirano mostrou maturidade para buscar mais uma vitória. O Valério se mantém invicto e dá  mostras que pode alcançar o seu objetivo de deixar esta terceirona mineira.

Cruzeiro tem fortes emoções na Copa Brasil e mais um empate com gosto de derrota

Foi uma semana de intensas emoções para o time celeste. No meio de semana houve a definição e classificação para as semifinais da Copa do Brasil. O que era considerado tranquilo, de franco favoritismo, foi substituído por muita tensão.

Com três defesas de penaltis, Fábio classifica o Cruzeiro na Copa Brasil (Foto: Folha Regional). Na foto em destaque, o time do Valério (Divulgação)

Perdeu o jogo para o Santos nos noventa minutos, levando a definição de quem seguiria para a cobrança de penalidades máximas. Sufoco total. E o que se viu, sem surpresa, foi mais uma consagração do goleiro Fábio, que defendeu as três cobranças do time santista. Classificação emocionante e mais uma idolatria merecida ao goleiro celeste, responsável direto pela vaga nas semifinais.

Mais uma pausa. E, de volta ao Campeonato Brasileiro, mais uma rodada sem vitória e o afastamento direto dos seis melhores na disputa. Pelo desgaste considerável pelo ocorrido no meio de semana, pode-se explicar os motivos para o pobre futebol mostrado no Mineirão frente ao Bahia.

Foi um empate com gosto de derrota. Pelo planejamento do time, certamente estava cravado a necessidade de vitória neste jogo. O que não aconteceu. O Cruzeiro fecha o turno com 26 pontos, na oitava colocação e com menos de cinquenta por cento de aproveitamento. Não é essa história que o Cruzeiro tem a escrever. Jogadores e torcedores pregam uma recuperação rápida e a presença do time celeste no bloco de frente. Acreditar é preciso!

Com mais uma vitória, Atlético se ajeita e pode brigar pelo título

Já o Atlético quebrou um tabu de há muito tempo: venceu o Botafogo dentro do Rio de Janeiro, na última partida do primeiro turno do campeonato Brasileiro. Foi uma vitória maiúscula do Galo dentro do Engenhão.

Chará e Cazares tiveram boa atuação e ajudam a manter vivo o foco no Brasileirão (Foto: Bruno Cantini)

Venceu e convenceu com mostras de mais ajuste e conhecimento das peças. A partida teve um primeiro tempo moroso e equilibrado. Na etapa complementar, a criação com Galdezani e Cazares aconteceu. E os gols surgiram. Foram três e poderia até ser mais ante a melhor condução e assentamento em campo do time mineiro.

O Atlético termina o turno em 5º lugar, com oito pontos abaixo do São Paulo, que é o líder. Abrir uma boa sequencia de vitórias passa a ser a meta, aliando ao melhor equilíbrio deste novo time, montado pelo técnico Tiago Larghi. As novas peças já rendem bem mais e traduzem em mais confiança para que o time alvinegro conquiste mais vitórias. E assim acontecendo, passa a brigar pela conquista do título.

América precisa voltar a vencer para se manter na elite do Brasileirão                 

O Coelho jogou no Independência e perdeu duas reais oportunidades de fazer gols – e vencer o Fluminense. Nada de eficiência ao definir essas jogadas, vitoria que foge e pontos que podem fazer muita falta no final.

América precisa voltar a vencer para se manter na elite do Brasileiro

Tem o returno todo pela frente. Termina o turno na 10ª colocação e pode cair para a 12ª.

Com 22 pontos, está apenas a três pontos do primeiro time entre os rebaixados no momento.

O América não vacilar, que é para a meta de permanecer na série A do Brasileirão.

Reencontrar a vitória e a tranquilidade são ações imediatas de seu treinador Adilson Batista. Nada desesperador, apenas preocupante.

*Luiz Linhares é diretor de Esportes da rádio Itabira-AM

 

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário