Pitacos da rodada esportiva

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Luiz Linhares*

Brasil é forte candidato a levantar mais uma vez o caneco

E não é que chegamos as quartas de final da Copa do Mundo! E convenhamos, não foi tão difícil assim, tão sofrido. Tivemos, sim, maus momentos em jogos iniciais que fizeram os mais pessimistas acharem que tudo não ia bem.

Neymar abre o placar e comanda a seleção na vitória sobre os mexicanos (Fotos: El País)

Passamos de forma tranquila, mesmo sem apresentar um futebol avassalador, um conjunto não tão perfeito. Entretanto, a técnica individual apurada que fazia em cada jogo ter um que mais se destacava, ficando com o carregamento do piano.

Passada essa primeira fase, e com a mostra do futebol mundial que é jogado, seja o europeu, o sul americano, o asiático ou africano, observo que o padrão brasileiro continua sendo um dos melhores. O fracasso em casa de quatro anos atrás consegue dar reviravolta. Voltamos a ter um time de futebol, com defesa, criação e ataque. Por isso, somos sim candidatos a seguir de forma brilhante.

Roberto Firmino, único nordestino na seleção, marcou o segundo gol, assegurando a classificação

O time de uma Copa do Mundo sempre lhe faltou tempo para os jogadores estarem juntos, mantendo-se um grupo treinado e entrosado. Esses 30 dias que tivemos de preparação, unindo a qualidade técnica e individual, além de atletas que atuam nos melhores clubes do planeta, disputando as mais importantes competições, fazem um referencial consistente desta mudança que estamos acompanhando.

Não vamos ter nunca uma união de opiniões. Até eu, que sou do ramo jornalístico esportivo, irrito-me com alguns companheiros nacionais e suas aberrações e colocações sobre um atleta ou outro, desvirtuando e querendo formar opinião diferente do que o país vê.

Cada macaco no seu galho, quem pode faz a diferença e assim seguimos em frente.

Seleção russa surpreende e avança na competição

Seleção russa prova que ‘santo de casa’ também faz milagre, pelo menos por enquanto (Foto: Reuters)

A Copa já nos reservou surpresa inimaginária na fase inicial com a eliminação da Alemanha. Já nas oitavas mandou para casa a Argentina, Espanha e Portugal, que eram tidas como fortes candidatas a brigar pelo título. E todas essas seleções estiveram na dependência de um atleta, sendo que o conjunto não funcionou, tornando o fracasso iminente.

A surpresa fica para os donos da casa. Os russos mostram que futebol se faz com força e matemática, robôs humanos programados para destruir e minar força adversária. Até agora deu certo, falta ver quando encontrar talento à frente. Para eles, considero a passagem às quartas já como um grande avanço.

Sem surpresas

O Brasil ganhou de forma tranquila do México pelas oitavas de final. Já era esperado. No primeiro tempo, a seleção brasileira deu linha ao adversário. Já na segunda etapa, Neymar foi o comandante do dia para liquidar com méritos as reservas mexicanas. A Bélgica deve passar pelo Japão mais à tarde – e medir forças com o Brasil nas quartas. Daqui em diante, essas seleções mais França e Croácia vão medir forças rumo ao topo do mundo.

Enquanto isso, Atlético se reforça para voltar ao Brasileirão

Chegamos à segunda metade do ano, e os clubes mineiros já voltaram da pequena parada causada pela copa. E recomeçam a montagem e acertos em suas equipes. O Atlético efetivou o Tiago Larghi como treinador até o final do ano. Um assunto a menos e mais responsabilidade, agora efetivo tem o tom de cobrança também em grau maior.

David Terans, meia uruguaio, chega para reforçar o Atlético

Reforços também chegam. O colombiano Chará é sem dúvida a grande aposta, já que ele tem passagem vencedora em outros clubes. O volante José Welison chega do Vitória, como também o atacante Denílson, que já passou por grandes clubes, além de jovens como o meia uruguaio David Terans e o atacante Edinho que chega do Fortaleza.

Com esses reforços, melhora com certeza o grupo. São opções que podem sanar problemas pontuais mostrados ao longo do primeiro semestre. Mas perde Gustavo Blanco, com ruptura de ligamento do joelho e vai passar por cirurgia. Permanece, ainda, a grande dúvida com relação à permanência de Roger Guedes, que tem propostas e vontade por parte de gestores de seus direitos em venda.

Sem mudanças no Cruzeiro

O Cruzeiro sem mudanças inicia nesta semana dois amistosos com o Corinthians, que é para não perder o ritmo. O grupo é o mesmo. Fala-se na vontade de repatriar Ricardo Goulart, espera-se a recuperação final de Fred e Rafinha. E negocia a permanência de Lucas Silva. O time celeste tem um grupo montado e forte – e com certeza tudo que vier de bom não faz mal.

*Luiz Linhares é diretor de Esportes da rádio Itabira-AM

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. Cristina Silveira, A Velha Vermelha on

    Eu mulher, reclamo do assédio….. Copa de futebol é uma coisa muita suspeita. Aqui neste blog social-democrata, exibem mulheres e não atletas nos Pitacos…. Mulher loura e em pose sensual é exibicionismo do século passado, machista, qual é a ligação com esporte, talvez sirva pra punhetar no banheiro.
    Fera mesmo é a bela Marta?

Deixe um comentário