Para manter a flexibilização, secretária de Saúde não quer ver aglomerações na véspera do Dia das Mães em Itabira  

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Em reunião na Prefeitura de Itabira, nessa quinta-feira (7), a promotora de Justiça Silvia Letícia Amaral embora tenha reconhecido o esforço para dotar a cidade com boa infraestrutura de atendimento aos pacientes com a covid19, mostrou-se preocupada com a reabertura do comércio, principalmente nesses dias que antecedem o Dia das Mães, no domingo (10).

Rosana Linhares, secretária de Saúde, espera não ver aglomerações no comércio (Fotos: Carlos Cruz)

Em função dessa efeméride, em acordo firmado entre Prefeitura e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), o horário de funcionamento do comércio foi estendido nos três dias que antecedem essa tradicional festa da família.

Conforme salientou a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares, em mais uma transmissão ocorrida ontem à noite pela internet, é hora de os comerciantes colaborarem na prevenção.

Ela lembrou que o decreto de flexibilização não permite aglomeração de pessoas, embora isso esteja ocorrendo em vários centros comerciais nesta sexta-feira (8).

A secretária justificou o horário comercial estendido nesses dias como medida para dar mais tempo para que as compras ocorram durante o dia, sem que muitas pessoas saiam ao mesmo tempo.

Rosana Linhares acentuou que a responsabilidade de manter o controle do fluxo de pessoas é dos comerciantes – e subsidiariamente também dos comerciários que fazem o atendimento

Fila para acesso à Casa Lotérica, na João Pinheiro: com máscaras, mas sem distanciamento

Pede para que sejam adotadas todas as medidas cautelares e profiláticas, com a obrigatoriedade de uso de máscaras de proteção, fornecimento de álcool em gel, além de manter o distanciamento necessário.

“Tudo isso é de responsabilidade dos lojistas”, acrescentou.

“Se isso não ocorrer e a movimentação com aglomeração for intensa nesses dias teremos de voltar atrás”, advertiu a secretária de Saúde, que promete manter o monitoramento com fiscalização. “Não podemos desconstruir o que já foi construído.”

Controle

Ela lembrou que são as medidas restritivas que têm impedido que a pandemia alcance o pico no município. Isso mesmo com as filas que ocorreram por vários dias em frente à Caixa Econômica Federal.

Fila também em frente a lotérica no bairro Bela Vista

Essas filas deixaram de existir após ser liberado o ginásio poliesportivo Maestro Silvério Faustino para o credenciamento e a liberação dos recursos do governo federal aos hipossuficientes, desempregados e autônomos que ficaram sem rendimento com a pandemia.

“Que os comerciantes dividam essa responsabilidade (de enfrentamento à pandemia) conosco, adotando as medidas cautelares para não haver aglomerações e assim manter o decreto de flexibilização.”

A secretária de Saúde pediu também aos consumidores que tomem todas as precauções. “Não é hora de reunir a família em torno da avó. E se querem presentear a mãe, que seja sem abraços, preservando as pessoas dos grupos de risco.”

Compartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. Antônio Jordão de Magalhães Neto on

    Ô uso de carro de som pela Prefeitura, pode ajudar nestes dias e lembrar a população que esta pandemia tem duração por mais tempo.( Prevenção contínua ).

Deixe um comentário