Moradores de Serra dos Alves pedem melhorias urgentes para o povoado

2
Compartilhe.

Reunidas na última sexta-feira (19/05), lideranças do povoado de Serra dos Alves, distrito de Senhora do Carmo, criaram diversas comissões para tratar dos problemas mais críticos que afetam a comunidade e debater as soluções para o curto prazo.

Moradores de Serra dos Alves se mobilizam e reivindicam melhorias para o povoado (Fotos: Paulo Therezo)

A comissão de água reivindicará da Prefeitura, entre outros itens, a limpeza dos reservatórios e dos acessos às nascentes. Também cobrará a necessidade de melhorar as trilhas para as cachoeiras, assim como fará campanhas de conscientização para o recolhimento de lixos deixados pelos visitantes. A manutenção e limpeza dos banheiros públicos é outra necessidade urgente que será reivindicada, assim como a manutenção do prédio do grupo escolar.

É preciso também reformar a ponte pênsil existente no acesso para a cachoeira dos Cristais. A sua precaríssima condição coloca em risco a segurança de quem por ela se arrisca a passar. A sua reforma, como a que ocorreu com a ponte para a cachoeira do Marques, é mais uma questão a exigir urgente solução.

As precárias condições da estrada de acesso ao povoado é outro problema que dificulta o desenvolvimento do turismo e o livre ir e vir dos moradores. Outra reivindicação imprescindível para o desenvolvimento do turismo é a imediata implantação do portal de acesso ao Parque Nacional da Serra do Cipó.

Ponte pênsil no acesso para a cachoeira dos Cristais: reforma urgente

Na parte de iluminação e fornecimento de energia, os moradores pedem providências da Prefeitura e da Cemig para que façam as melhorias necessárias. Segundo relatos, há casos de mau funcionamento das lâmpadas e constante falta de energia. Para o futuro, pedem também redes elétricas subterrâneas para o centro histórico do povoado.

No quesito de gestão e recolhimento dos resíduos, sobram reclamações. É preciso fiscalizar e melhorar a coleta, assim como avaliar a necessidade de adequação dos coletores. Eles reivindicarão da Itaurb campanhas de conscientização da comunidade e dos turistas. Um dos problemas apontados tem sido a não separação correta do lixo orgânico do reciclável.

A campanha de conscientização ambiental é imprescindível para que se desenvolva no povoado um turismo ecológico e sustentável. Os moradores reclamam principalmente da poluição sonora, que tem sido recorrente quando há grande fluxo de turistas. Entretanto, caso o problema persista, serão exigidas ações coercitivas, inclusive com intervenção policial.

Soluções

Segundo Paulo Therezo relatou na reunião, o Saae planeja executar melhorias no sistema de abastecimento na Serra dos Alves, incluindo a implantação de uma Estação de Tratamento de Água (ETA).

“O Saae pretende transferir a ETA atualmente existente em Senhora do Carmo para Serra dos Alves, após implantar uma nova, com maior capacidade, na sede do distrito”, informou. “O sistema de tratamento será do tipo compacto e prevê tratamento convencional (floculação, decantação, filtração e cloração).”

Paulo Therezo também considera necessária uma avaliação da rede de distribuição de água. O Saae, entretanto, não apresentou prazos para a execução dessas melhorias. “O processo de contratação foi paralisado em decorrência de um recurso impetrado por um dos concorrentes da licitação”, informou Paulo Therezo, descrevendo a conversa que manteve com Jorge Borges, diretor do Saae.

De acordo com os participantes da reunião, a solução apresentada pelo Saae precisa ser melhor avaliada. Eles querem avaliar alternativas de captação de água das nascentes, que dispensam tratamento convencional e permitem a adução da água por gravidade.

Pelo sistema proposto pelo Saae, os moradores passariam a pagar pela água depois de receber tratamento convencional. Isso pode ser evitado  se mantidas as captações em nascentes, cujas águas apresentam excelente qualidade, defendem os moradores.

 

Sobre o Autor

2 Comentários

  1. miguel arcanjo cota de lima em

    Prezados senhores, boa tarde. Eu tenho uma área aí na serra há mais de 9 anos, fica a 100 mts da vila descendo pra cachoeira dos Alves, em frente a pousada girassóis, do lado de cima da porteira até a divisa com o mesmo proprietário da pousada que construiu uma casa. Acontece, que vou muito aí, meu irmão tem um sítio no carioca, bem perto daí, mas, nunca pude construir lá, arrumei um comprador, que tem a mesma ide 31 985899207 minha, plantar árvores nativas da mata Atlântica, onde só existem candeias. Acontece, que não tenho alqueires nem hectares, a área mede 1.600 mts quadrados, com água e luz na porta, registrada cartório Itabira.Porém qdo o rapaz foi aí, encontrou com ima pessoa que lhe falou que não se pode construir mais lá, não sei a qual orgão ele se referiu. Acontece, que preciso vender essa área por motivo particular, e preciso saber a quem procurar para resolver esse problema, o rapaz interessado em comprar, gostou muito do lugar e pode fazer muito também pela serra. Como devo saber do real, e q quem devo procurar, ou se souberem por favor, me enviem em box a resposta, ou liguem para Miguel Arcanjo tel: 31 985899207 ou in box,muito obrigado, boa tarde!

  2. miguel arcanjo cota de lima em

    Preciso do contato de algum de vcs sobre a área que tenho aí na serra, e estou vendendo, pois não tive condição de fazer nada até hoje, ou melhor construir. Tenho um rapaz interessado em comprar, mas, me falaram que não se pode cortar as candeias, que tenho lá, mas á apenas uma área não alqueire nem hectare, 1.600 mts quadrados, sendo que a área para construção será de 300 a 400 mts quadrados, reg. cartorio Itabira e de minha propriedade há 9 anos. A quem devo procurar e quem pode me responder sobre isso, agradeço desde já, obrigado boa tarde: tel:31 985899207 ou respossta in box ou email.

Deixe um comentário