Mal-estar

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Marina Procópio de Oliveira*

 

Minha pele de cordeiro esconde um lobo

que é o senhor de seu território,

dominado com fezes, urina, garras

e tranquilidade.

 

Por isso corro e bebo e fumo

e choro à noite e me perco,

 

sem rumo.

Ignoro o território da civilidade.

 

*Marina Procópio é poeta e escritora itabirana. Reside em Belo Horizonte.

 

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário