Lojas Americanas e Cacau Show são fechadas em Itabira por descumprimento das medidas restritivas da quarentena

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Assim como foram fechadas, nessa sexta-feira (10), as portas das Lojas Americanas da rua São Paulo, em Belo Horizonte, a filial dessa mesma rede acaba de ser fechada em Itabira, neste sábado (11), também por descumprir as normas da quarentena, estipuladas pelo município e pelo governo de Minas Gerais. Pelo mesmo motivo, a loja da Cacau Show, localizada na avenida João Pinheiro, também foi fechada.

Fiscal da Prefeitura mostra o auto de infração com o registro da ocorrência. No destaque, fila para entrar nas Lojas Americanas (Fotos: Divulgação/PMI

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, as Lojas Americanas estavam autorizadas a abrir, mesmo na quarentena, por ter registro na Classificação de Atividades Econômicas (CNAE) como supermercado, que é a atividade considerada essencial.

No caso, o fechamento da loja teria ocorrido pela inobservância do que dispõem os decretos municipal e estadual.

Em Belo Horizonte, a filial das Lojas Americanas, fechada ontem pela Guarda Municipal, não apresentou comprovante de que teria essa classificação como supermercado, como de fato não é.

“Pedimos para checar o alvará e verificamos que a licença específica da ‘atividade comercial’ não é o mesmo alvará de um supermercado”, constatou o subcomandante da Guarda Municipal, Nedson Moreira.

No caso da filial de Itabira, embora estivesse “credenciada” para funcionar, mesmo com a pandemia, a loja de departamento (não é supermercado) foi fechada por descumprir as medidas cautelares e mitigadoras. Com isso, formou-se uma enorme fila de compradores, provocando situação de risco generalizado de contaminação.

Em consequência, as duas lojas tiveram os respectivos alvarás de localização e funcionamento cassados pelos fiscais do Departamento de Postura da Prefeitura de Itabira. A Polícia Militar também participou da operação. O fechamento das duas lojas será por tempo indeterminado.

Pandemia

Cacau Show também teve a sua loja lacrada neste sábado em Itabira, na avenida João Pinheiro

Tudo isso ocorre como se o país não estivesse com uma pandemia avançando, já com registro de 1.074 mortes até essa sexta-feira (10), fora as que não são notificadas, além de 19.943 notificações de casos suspeitos.

Além das lojas terem negligenciado com as medidas cautelares, o que preocupa também é o fato dessas pessoas na fila não se darem importância à pandemia.

A covid-19 é doença grave, não é uma gripezinha como classificou o tresloucado e irresponsável presidente Bolsonaro.

E pode matar muito mais gente se as medidas restritivas de isolamento social, assim como fechamento do comércio e de atividades não essenciais, não forem observadas.

 

 

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. Atailton Guerra on

    O que me deixa indignado é o por quê das pessoas precisarem fazer compras numa loja de departamentos.

    Vicio em consumir?
    Pirraça e ignorância?
    Obediencia ao tresloucado despresidente?

    E por que as lojas abrem ao invés de serem solidárias com um momento grave que assombra o planeta com o virus que mata pessoas?
    Que gana por lucro mais desmedido é esse?

    Olha gente: fique em casa. Esta historia de tédio é bobagem.

    Sejam humanos. Sejam solidários. Inclusive com você mesmo

Deixe um comentário