Jovens empreendedores com ideias inovadoras se reuniram na Unifei

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Estudantes e jovens empreendedores em busca de oportunidades de novos negócios se reuniram durante 54 horas para debater e apresentar plataformas digitais, unindo teoria e prática, despertando e incentivando a cultura empreendedora entre alunos da Unifei e de outras faculdades da região. No 2º Startup Weekend Itabira, realizado entre os dias 7 e 9 de abril, no campus da Unifei, 120 participantes se debruçaram em torno de 15 ideias inovadoras, originais e com grande chance de se tornarem exequíveis.

“Um dos objetivos do evento foi reunir alunos e comunidade com vontade de empreender, debatendo ideias e criando ambiente propício ao desenvolvimento de futuros negócios”, explica Gabriella Sant’Ana, ex-aluna de administração, Itajubá, uma das coordenadoras do evento. Segundo ela, o Startup Weekend é um dos maiores eventos de empreendedorismo digital do mundo.

Estudantes apresentam ideias inovadoras no Startup Weekend, na Unifei (Fotos: Carlos Cruz)


No mesmo fim de semana, o evento ocorreu em 14 cidades em todo o mundo. “Futuros líderes empreendedores de Itabira podem agora se conectarem para trabalhar pelo desenvolvimento de Itabira e da região no longo prazo”, acredita. “Torço para que surjam novos empreendimentos em Itabira a partir das ideias apresentadas. Mas o essencial é despertar o espírito empreendedor entre os participantes.”

“Em tempo de crise de emprego, empreender com inovação tecnológica e desenvolver o próprio negócio pode ser uma opção para o jovem que termina a sua graduação e não encontra emprego formal”, é a aposta que faz a aluna de Engenharia de Produção, Débora de Figueiredo Barbosa, que acredita também na cultura da colaboração entre os futuros empreendedores.

Conforme definição, startup é o começo de algo, geralmente um negócio econômico que busca a inovação tecnológica, aproveitando-se da nova onda mercadológica. “Buscamos um novo modelo de negócio com oportunidades de atingir um grande número de clientes e gerar lucro”, define a coordenadora Gabriella Sant’Ana.


Gabriella Sant’Ana, coordenadora

O termo startup foi popularizado no início da década de 1990, com o surgimento do já não tão novo mundo virtual da internet. Os principais exemplos dessa “nova economia” se encontram no Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos. Exemplos de startups bem-sucedidas são o Google, a Microsoft e as redes sociais.

O 2º Startup Weekend de Itabira foi promovido pela Techstars Brasil, organização de fomento ao empreendedorismo com inovação tecnológica. Um de seus objetivos é fortalecer as comunidades de startups em todo o mundo.

Preocupações com o meio ambiente e melhoria da qualidade vida

 Os projetos de startups apresentados demonstraram preocupações dos participantes com a melhoria da qualidade de vida, do meio ambiente, com ideias inovadoras e que podem ser colocadas em prática. Produção de alimentos orgânicos, segurança no trabalho, redução de poluição sonora em ambientes restritos, atenção ao idoso, empregabilidade, foram alguns temas que se destacaram.

A startup Mittel ficou com o primeiro lugar na disputa entre os futuros empreendedores virtuais. A equipe apresentou um aplicativo que se propõe facilitar a relação entre empresas e universitários em busca de estágio ao final da graduação. Por ele, as empresas conhecerão os perfis dos alunos, facilitando as buscas específicas de candidatos. A empresa contratante é que paga à plataforma pela busca. Para o aluno, é gratuita a disponibilização do currículo com experiências e aptidões.

A equipe startup Mittel ficou em primeira colocação

“As empresas encontrarão em nosso aplicativo candidatos adequados às oportunidades de estágios oferecidas. Já o universitário pode personalizar o seu perfil com as suas competências e habilidades específicas”, explica a aluna do 7º período do curso de Engenharia de Materiais, da Unifei, Nayara Hellen Lourenço Crispim, que apresentou a ideia original para ser desenvolvida pela equipe. Segundo ela, Mittel é uma palavra alemã que significa meio. “Queremos ser um meio entre o estagiário e a empresa que quer contratar.”

A segunda colocação ficou com a Garden Box, uma startup especializada em soluções inteligentes para hortas e jardins. Desenvolveu um dispositivo com um sistema modular e inteligente de irrigação e monitoramento, para que só irrigue as plantas o necessário, protegendo-a para que se mantenha em boas condições de consumo.

A equipe Garden Box, uma startup especializada em soluções inteligentes para hortas e jardins, ficou na segunda colocação

E em terceiro lugar ficou a startup My Little Job. Propõe possibilitar um primeiro contato com o empreendedorismo a crianças com idade entre 7 e 11 anos por meio de jogos educativos. As startups SoundEraser e Cook2 receberam menções honrosas.

Como premiação, entre outros ganhos, as equipes vencedoras, incluídas as menções honrosas, contarão com estande no 5º Workshop Itabirano de Negócios (WIN). Trata-se de um evento da Associação Comercial de Itabira (Acita) de incentivo e divulgação do empreendedorismo local e que será realizado em 23 a 25 de agosto.

E a equipe My Little Job ficou com a terceira colocação

Para o secretário-adjunto municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, Sérgio Amaral, o 2º Startup Weekend serviu para demonstrar o acerto das lideranças locais ao trazer a Unifei para Itabira. “Na busca de alternativas econômicas à mineração, que um dia chegará ao fim, optamos por investir no conhecimento como forma de gerar novos empreendimentos. Estamos realizando esse sonho com vocês”, disse ele ao discursar no encerramento.

Compartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. Pingback: Amanhã tem concerto de rock com a Orquestra de Câmara no Centro Cultural

Deixe um comentário