João de Deus é sócio de garimpo em Capoeirana, Nova Era, assegura garimpeiro

3
Compartilhe.

Denunciado por cometer abuso sexual contra mulheres que buscavam ajuda e cura espiritual em seu “templo” na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás, onde ele fazia os atendimentos espirituais, o médium curandeiro João Teixeira de Faria, vulgo João de Deus, está sendo acusado de cometer outros crimes.

Esmeraldas lapidadas encontradas em um dos ‘bunkers’ de João de Deus (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Assim como faziam os ex-ministros César Cals de Oliveira e Abi-Ackel –  o primeiro acusado de ter-se apropriado indevidamente das verdes pedras em troca de concessão de lavra no antigo garimpo de Oliveira Castro, em Itabira, e o segundo de contrabandear esmeraldas durante a ditadura militar – , João de Deus também está sendo indiciado por “carregar pedras enquanto descansa”.

Uma grande quantidade de esmeraldas foi encontrada em um de seus “bunkers” pela polícia civil, que investiga os casos de estupro e de outros ilícitos penais. Armas e dólares também foram encontrados.

“As esmeraldas encontradas pela polícia civil já estavam lapidadas e elas podem ter saído do garimpo de Capoeirana”, assegura um experiente garimpeiro itabirano, que pede para não ter o seu nome revelado por temer represálias.

Sociedade

Segundo ele, há tempo é sabido entre os garimpeiros da região que João de Deus é sócio de um garimpo no distrito de Capoeirana, no vizinho município de Nova Era, à margem da MGC-120, rodovia que liga Itabira à antiga São José da Lagoa.

Povoado de Capoeirana, distrito de Nova Era, onde estaria localizado o garimpo de João de Deus (Foto: Notícias On Line)

“Falam que ele é sócio do garimpeiro Geraldinho, que possui um garimpo lá”, conta, para em seguida completar. “Não adianta procurar por Geraldinho. Ele está sumido desde que João de Deus foi preso.”

O garimpo de Capoeirana foi fechado no ano passado por estar ilegal – e também por não cumprir a legislação ambiental. “Mas o ‘curiango’ corre solto”, assegura esse mesmo garimpeiro.

Curiango é o nome que se dá ao garimpeiro que, na surdina, na calada da noite, surrupia as verdes pedras preciosas, cobiçadas desde o tempo das bandeiras de Fernão Dias Paes Leme, que teria confundido turmalinas com esmeraldas quando esteve garimpando por essas Minas Gerais.

“Fernão Dias passou pela região de Itabira e possivelmente pode ter encontrado esmeraldas, embora a história tenha registrado que ele só encontrou turmalinas verdes.”

Milagres

De acordo com uma outra fonte, que pelo mesmo motivo pede para não ser identificada, João de Deus explora também esmeraldas nos garimpos de Santa Terezinha, em Goiás.

Esmeralda lapidada de Capoeirana: pedra preciosa (Foto: Eduardo Cruz)

“Ele fazia ‘milagres’ com gente graduada do antigo DNPM e do Ministério das Minas e Energia em troca de concessão para explorar as verdinhas preciosas”, conta esse mesmo garimpeiro.

“Para ele (João de Deus) era boa a garimpagem, pois quem procura acha o milagre. Ele é o verdadeiro ‘santo de pau oco’, que fez milagres também por essas bandas de Itabira e Nova Era.”

Experiente nos trâmites legais envolvendo mineração e garimpo, essa mesma fonte diz que tanto os garimpos de esmeraldas de Nova Era,  como também os de Itabira, estão ameaçados pelo novo Código de Mineração (Decreto nº 9.406/18).

“Ao limitar a garimpagem nos chamados ‘materiais inconsolidados’, o decreto proíbe as lavras garimpeiras em rochas duras como as que ocorrem em Itabira e Nova Era”, explica.

Tortura

João de Deus encontra-se preso no Centro de Custódia, em Aparecida de Goiânia – e já foi indiciado por violência sexual. E está agora, após as apreensões, sendo investigado também por contrabando de esmeraldas.

De acordo com reportagem da revista Veja, o suposto médium foi preso ao transportar uma carga das verdes pedras preciosas, que seria contrabandeada para fora do país. Em confissão à Polícia Federal, ele teria dito que receberia o equivalente a R$ 3,5 milhões pelas esmeraldas.

Outra acusação publicada pela mesma revista é de que ele teria torturado três rapazes detidos e acusados de portar drogas, arrumar confusão com um segurança e furtar uma bolsa na Casa Dom Inácio de Loyola.

A reportagem da revista apurou que os acusados foram ameaçados de morte e torturados a fim de confessar o porte de maconha. Tudo teria acontecido sob a supervisão do próprio João de Deus.

João Teixeira de Faria, claro, nega as acusações.

 

 

Sobre o Autor

3 Comentários

  1. Pingback: João de Deus não é dono de garimpo em Capoeirana, assegura diretor de cooperativa. Mas ele já foi visto por lá - Vila de Utopia

  2. A cooperativa esta equivocada; pois várias pessoas em Capoeirana Nova Era Minas Gerais, sabem que o Silvaldo ” Bolinha”, sempre foi patrocinado por João de Deus, e que eles tem contrato de sócios de gaveta para tocar garimpos de Esmeraldas tanto em Nova Era, Capoeirana como em Carnaíba, Pindobaçu na Bahia. E de fato o que rola a mídia há muito tempo é que havia trocas de lotes de esmeraldas pela troca de PLG em garimpos, inclusive em reservas garimpeiras. No link abaixo se vê o Jornal Popular com o Sivaldo ” Bolinha” abraçado com João de Deus em Capoeirana, Nova Era Minas Gerais:
    https://www.opopular.com.br/editorias/cidades/neg%C3%B3cios-escusos-em-garimpos-chamam-aten%C3%A7%C3%A3o-no-caso-jo%C3%A3o-de-deus-1.1690815

  3. Pingback: Justiça manda lacrar garimpo de esmeraldas em Nova Era   - Vila de Utopia

Deixe um comentário