Itabira, esquentai vossos pandeiros que o paredão da Tiradentes vai batucar com o bloco Altamente  

0
Compartilhe.

O centro histórico de Itabira vai ficar colorido de azul e laranja, que são as cores do Bloco Altamente, durante o seu segundo desfile anual, neste sábado (15), no paredão da rua Tiradentes, a partir de 14h, prometendo repetir o sucesso do ano passado, com várias apresentações que antecederão ao cortejo. É a segunda edição do pré-carnaval com o bloco no paredão da rua Tiradentes. Leia aqui.

A primeira apresentação deste sábado será com Dj set da Annda Sonora. Após a discotecagem, às 15h, o Trio Conceição assume o palco para colocar todo mundo para dançar com o seu aclamado forró pé de serra.

E às 16 o paredão irá estremecer com a entrada em cena do bloco Altamente, com o seu cortejo pré-carnavalesco, que irá homenagear o tambor mineiro, com o seu batuque característico, especialmente produzido para este grande encontro.

Bloco Altamente faz o seu segundo cortejo no pré-carnaval itabirano 2020, neste sábado, no paredão da Tiradentes. (Fotos@studiocoleltivoaltamente). No destaque, ensaio do bloco no Largo do Batistinha (Foto: Gustavo Linhares)

O cortejo terá início no Largo do Batistinha, seguindo até o paredão, com participação especial de músicos da banda Euterpe Itabirana, com as suas marchinhas carnavalescas.

Outros músicos convidados também estarão se apresentando com a sua arte. São eles: Matheus Macávima (voz e violão), Saulo Carvalho (baixo) e Rubi Sampa (voz).

No ano passado teve participação especial de Dan e Duca: festa também para as crianças

Haverá ainda a participação especial do bloco cênico Caretas pros caretas, que realizou oficina de confecção de máscaras de carnaval em janeiro, no bar da Neide, especialmente para o desfile com o Bloco Altamente em 2020.

Todos estão comprometidos com a alegria, para animar os foliões itabiranos e turistas que virão à terra de Drummond para provar desse novo pré-carnaval da cidade, que vem ano a ano ganhando força e público.

No sábado passado, o sucesso foi com o bloco Madalena Não gosta de Poema, que também arrastou uma multidão da praça do Centenário até o paredão da rua Tiradentes. Leia aqui.

Pequenos blocos, de várias partes da cidade, estão se preparando para o cortejo, provando que Itabira além de poesia também gosta de sambar – e não é doente do pé.

Bloco é reforçado por novos integrantes formados em oficinas gratuitas

No paredão da rua Tiradentes a festa é do povo em homenagem a Momo no pré-carnaval itabirano

O Bloco Altamente é um projeto de formação criado pelo coletivo que administra e gerencia o grupo, a partir de aulas de percussão ministradas por Juninho Ibituruna.

Com seis meses de ensaios, o bloco está devidamente treinado para fazer bonito no cortejo e no pré-carnaval itabirano. A apresentação com o cortejo é o ápice de todo um processo criativo reiniciado em agosto.

Além de participantes remanescentes do ano passado, o bloco foi reforçado com novos batuqueiros, que participaram de oficinas gratuitas, patrocinadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação.

Ritmos e musicalização

Nas oficinas, além de ensinar os fundamentos desse ritmo genuinamente brasileiro que é o samba, Ibituruna busca trabalhar a musicalização por meio de técnicas simples, ministradas para pessoas que ainda não têm intimidade com as baquetas.

Além do samba de roda, outros ritmos também se fizeram presentes nas oficinas, como os afoxés, samba-reggae, samba enredo e o congado mineiro.

Juninho Ibituruna (primeiro à esquerda) comanda o Bloco Altamente, que ensaiou nos últimos meses para o cortejo e a apresentação no sábado no paredão da rua Tiradentes (Foto: Ângelo Marques)

Foram inseridos, como propostas artísticas, o tambor de folia e as batidas das tradições mineiras e nordestinas — Conga, Marcha Grave, Afoxé e Moçambique Serra Acima.

A banda do bloco tem se apresentado em outras atrações musicais na cidade e região. O resultado de todo esse esforço será mostrado na segunda mostra carnavalesca no paredão da rua Tiradentes.

Do mundo

O percussionista Juninho Ibituruna é reconhecido pela sua arte no país e no exterior. De Governador Valadares, onde nasceu, para Itabira onde mora, ele segue desenvolvendo a sua carreira.

Baterista, percussionista, programador de áudio, DJ e professor, Ibituruna já se apresentou em Portugal, Espanha, França, Itália, Inglaterra, Holanda, Alemanha, Bélgica e Singapura. Como se vê, o mundo é um moinho para o percussionista valadarense.

Apoios

Para a formação da presente edição, o bloco contou com apoio da Prefeitura, da Associação dos Moradores do Centro (Amacentro), comerciantes e residentes do paredão da rua Tiradentes, que aprovam o cortejo e a festa pré-carnavalesca.

Infelizmente, como tem ocorrido nos últimos anos, após o cortejo do Bloco Altamente, o carnaval de Itabira se desfaz com boa parte de sua população (pelo menos aquela que tem condições de viajar) tomando rumo em direção a outros carnavais onde há sol, água e muita batucada “na cadência bonita do samba”, em homenagem a Momo, personagem da mitologia grega que personifica a irreverência, o bom humor e ironia presente nos carnavais.

 

 

Sobre o Autor

Deixe um comentário