Imunização contra a gripe vai até 22 de maio. Confira o cronograma de vacinação em Itabira

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Para evitar aglomerações, o que pode acarretar a disseminação do novo coronavírus, e também diante do pequeno lote de vacinas contra a gripe (influenza) que foi, neste primeiro momento, disponibilizado pelo governo federal, até sexta-feira (27), a prioridade em Itabira é vacinar quem tem mais de 80 anos.

Para quem tem entre 60 e 79 anos, a imunização tem início na segunda-feira (30). E toda a campanha de vacinação só se encerra no dia 22 de maio.

Para que se tenha um atendimento organizado, e se possível sem filas, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulga cronograma de imunização, de acordo com a programação adotada pelo Ministério da Saúde.

Etapas da vacinação

1ª fase

23 a 27/3 – profissionais de saúde (profissionais que estão atuando na Atenção Primária, hospitais, Pronto Socorro, Samu, Pronto Socorro Odontológico e atendentes das farmácias municipais) e idosos com idade acima de 80 anos;

30/3 a 15/4 – demais profissionais de saúde e idosos com idades entre 60 e 79 anos.

2ª fase

16/4 a 8/5 – doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento.

3ª fase

9 a 22/5 – crianças de 6 meses a menores de 6 anos; pessoas com idades entre 55 e 59 anos; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); pessoas com deficiência; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; e população privada de liberdade.

Para evitar filas, SMS pede para ligar à unidade de saúde e saber como está o movimento

Para a primeira etapa, destinada aos idosos com idade acima de 80 anos, a SMS pede que não se saia de casa sem antes ligar para a unidade de saúde onde será atendido.

A medida é necessária para que seja informado sobre o melhor horário para se dirigir à unidade de vacinação, reduzindo-se o risco de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19).

A vacinação contra a gripe diminui a situação endêmica dos vírus respiratórios no país. Mas essa vacina não tem eficácia contra o Covid-19, que ainda não tem meio eficaz de imunização.

Além de prevenir contra a gripe, que tem taxa de mortalidade alta entre os idosos, a vacinação auxilia os profissionais de saúde a descartar a influenza na triagem e a acelerar o diagnóstico.

Contribui também para diminuir o número de pessoas com gripe no outono/inverno, diminuindo o impacto sobre os serviços de saúde.

Serviço

Se você tem sintomas do Covid-19, antes de procurar sua UBS, tire suas dúvidas pelo telefone 3839-2133.

Foto: Getty Images/BBC

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário