Futebol, esperança e a utopia que pode virar realidade. Vamos, Valério!

WhatsApp Pinterest LinkedIn +
Luiz Linhares*

Estou cheio de esperança, acreditando que este ano que agora se inicia vai ser diferente, vai trazer a paz, a vacina e a confiança em dias melhores que tanto almejamos.

Não sou de fazer promessas, não tenho romã em casa e nem espero ter muito dinheiro, não vou prometer de deixar de lado o doce, o café e nem a caminhar todos os dias.

Quero mesmo que voltemos a ter nossas próprias vidas e que a bel prazer possamos definir nossos caminhos e atitudes. Estou com muita esperança local, focado em minha área de jornalismo esportivo confiante que alguma coisa boa irá acontecer.

Que o nosso futebol amador volte a ter qualidade e calendário, que movimente os domingos do Itabirano e que consiga alavancar muitos jovens em busca do sonho do atleta profissional.

Assim sendo, vejo que o Valério também volte a ter o valor que merece, volte a ter o brilho que o fez carregar o nome de nossa cidade, aos poucos se ressurgindo e outrora seja o Dragão que eu e muitos aqui já conheceram.

Centenário

Um ano também de centenário do Cruzeiro e que será de muito trabalho, de muita dedicação de seus novos dirigentes na intenção de não errar como aconteceu no ano que fechou.

Uma reconstrução que passa por planejamento, agora com quase a certeza que Felipão fica e comandará o barco da retomada. Que possam todos trilharem o sucesso no planejamento e nas ações difíceis e onerosas com o claro objetivo de estar ao fim do ano de volta na divisão principal.

O torcedor está amargurado, sofrido e carente de soluções práticas. Sabe que foram muitos os motivos e pessoas que praticamente exauriram o clube. E agora vive à espera de punições e consertos, se é que existem para tirar o clube desse túnel do mal que se meteu.

Alguns jogos ainda a cumprir e para se manter na série B, e como laboratório se acertar e começar a se mexer, vem o estadual, vem de novo em breve Copa do Brasil, brasileirão e por aí a fora.

Um ano ainda de muita sofrencia e humilhação por tudo que lhe fizeram. Tudo vai valer a pena se o objetivo final for alcançado. Sem mais nem menos, outro caminho não há.

Desafios

Já o Atlético tem um janeiro de muita expectativa e jogos importantes, Bragantino, Atlético GO, Grêmio, Vasco, Santos e Fortaleza. São dezoito pontos em disputa que vão mostrar se o sonho de ainda conquistar o Brasileirão é possível.

Melhorar a performance, buscar qualificação e já também se preparar, ou iniciar a preparação para o que vem na sequência.

2021 vai ser um ano cheio com várias competições importantes, a Libertadores a se garantir ainda, como Copa do Brasil e o próprio Brasileirão do ano.

Para time que tem sido montado com a força de quem quer chegar em tudo que disputa, não poderia ser diferente. Espero que diretoria e o técnico Sampaoli possam caminhar em equilíbrio e coletividade.

Como tudo que se inicia no Atlético, objetivo e cobrança são acima da média. O torcedor atleticano está cada vez mais esperançoso e exigente para o que é produto e resultado.

Rumo ao título

Ufa. Até que enfim o América assumiu a liderança do Brasileirão da série B. E o que é melhor, matematicamente já está na divisão principal do Brasileirão no próximo ano.

Faltam cinco rodadas, o time conquistou 63 pontos e basicamente já bastam para o acesso. Com dois pontos a mais liquida a fatura e a meta agora passa a ser a conquista do título.

Venceu mais uma partida fora de casa, em Campinas. Não tomou conhecimento do Guarani que também almeja a elite do brasileiro.

Encarou o bugre campineiro e também o mentor inicial deste elenco americano, Felipe Conceição. Vitória sábado e secando a Chapecoense no domingo.

Tudo deu certo e por justiça o Coelho ultrapassa a Chape no número de vitorias. Vem agora o Vitória em casa e uma simples vitória pode o América respirar tranquilo, comemorar o acesso e um trabalho super vitorioso com certeza.

Sonhar com o título é a “a utopia que deixa de ser sonho para virar realidade”.

*Luiz Linhares é diretor de Esportes da rádio Itabira-AM

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário