Esculturas de Genin, artista itabirano, abre a segunda temporada de arte da galeria da ALMG  

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

O artista plástico itabirano, chargista, caricaturista e escultor Luiz Eugênio Quintão Guerra, o Genin, colaborador deste site Vila de Utopia, participa de segunda-feira (5) ao dia 23 deste mês, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18h, de uma mostra de trabalhos artísticos, na galeria de arte da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A entrada é franca.

Noel Rosa, na arte de Genin. Na foto em destaque, o artista no Espaço Usiminas de Arte (Fotos: Carlos Cruz)

Na exposição, Genin irá apresentar os seus quadros com caricaturas e esculturas de artistas da MPB. A mostra é denominada Solo – Álbum das glórias Musicais, e nela o artista homenageia Raul Seixas, Milton Nascimento, Rita Lee, Roberto Carlos, Pixinguinha, Elomar, além de outros ícones de nossa música popular. São 31 peças confeccionadas em cerâmica, esculpidas com humor e leveza.

São tantas emoções, caricatura do rei Roberto Carlos 

Os desenhos e caricaturas foram trabalhados ao longo dos últimos dez anos. Também estarão expostos bustos de “feras” da música internacional como Amy Winehouse, Elvis Presley, Ray Charles, Steve Wonder, que integram a série denominada Cabeças.

Essa mesma mostra de seus trabalhos já foram apresentados em Itabira, no foyer do Centro Cultural, no festival de inverno do ano passado. Leia aqui. “Reuni na exposição duas paixões, a escultura e a música, uma das artes mais inspiradoras para mim, apesar de eu não saber tocar um instrumento musical”, revela o artista itabirano.

Genin conta que a sua inspiração para o trabalho artístico surgiu ao ver as esculturas caricaturais do francês Honoré Daumier (1808-1879), no Museu d’Orsay, em Paris. E, posteriormente, inspirou-se também no livro Álbum das Glórias, do também ceramista e caricaturista português Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905).

Conforme explica o artista, o título escolhido para a exposição Solo – Álbum das glórias Musicais é uma alusão à terra e à raiz, o que remete ao material empregado nas obras, que é argila.

Currículo

Mostra estará exposta até dia 23 deste mês

Genin é graduado em engenharia civil pela PUC Minas e frequentou a Escola de Belas Artes, da Universidade Federal de Minas Gerais. Iniciou os seus trabalhos de cartunista e chargista no jornal O Cometa Itabirano, em 1979, quando o tabloide itabirano foi lançado.

Posteriormente, trabalhou nos jornais Estado de Minas, Diário do Comércio, Hoje em Dia, tendo colaborado também com O Pasquim e com a revista Bundas.

Com visão crítica da realidade e dos governos, Genin sempre reportou com os seus trabalhos também a cena política e social brasileira.

Arte em papel

O corpo em movimento é tema da artista monlevadense Valéria Souza (Foto: Lennysson-Cunha/Divulgação)

Na galeria da Assembleia Legislativa, Genin divide espaço com a artista monlevadense Valéria Souza, que apresentará a mostra Arte em papel. Os trabalhos dos dois artistas abrem a segunda temporada de exposição desse espaço cultural neste ano.

A mostra de Valéria Souza origina-se de uma pesquisa em torno das possibilidades do uso do papel artesanal. Ela une técnicas como o machê (massa feita com papel picado embebido na água, coado e depois misturado com cola e gesso) e a papietagem (uso do papel recortado e cola).

A artista busca retratar em suas esculturas poses e movimentos de sua principal inspiração, que é o corpo humano. Todas as peças foram produzidas com papeis de variadas fibras, como o sisal, a bananeira, a flor de bougainville, dentre outras.

Valéria nasceu na vizinha João Monlevade, graduando-se e especializando em escultura pala Escola Guignard, da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). É também pós-graduada em Arte-Educação pelo Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais de Minas Gerais (Cepemg).

Show do Tambor Mineiro marca as exposições

Danuza Menezes e o Tambor Mineiro também se apresentam na ALMG

Na terça-feira (6), às 19h, no teatro da ALMG, a cantora e percussionista Danuza Menezes, e seus alunos do grupo musical Pandeiro Mineiro, apresentam um show musical.

No repertório estarão os músicos retratados pelo artista Genin. Ritmos como o samba, o coco, o baião, o maracatu e o congado se misturam com pitadas de música pop.

Ajuda assim a criar a atmosfera de arte e deslumbramento do público presente diante da genialidade desse artista itabirano. E também, claro, da música brasileira, fonte inspiradora das esculturas.

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

1 comentário

  1. Cristina Silveira, A Velha Vermelha on

    Viva o Genin!, filho da Adelípia do Paulinho. O Genin vida toda clareou o ar itabirano de partículas em suspensão no ar com sua arte. E agora mais essa, a escultura e a música, mistura de argila e notas musicais.
    E presta atenção, que para o Natal a Vila de Utopia irá publicar um desenho do Genin, um itabiruta, que é espetacular, e, na minha opinião de analfa em artes é dos mais belos para a Vila, pela simplicidade porque expressa Amor pelo que representa e pelas mãos que o desenharam, aguardem…..
    Beijoca Genin.

Deixe um comentário