Enfim, Itabira consegue lançar um Portal dedicado ao turismo

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Mauro Andrade Moura

O Portal elaborado por uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) apresenta aos futuros visitantes várias opções para aqui conhecerem a cidade e usufruir seus dias.

Elaine Diniz apresentou o Portal do Turismo aos membros do Contur (Fotos: Mauro Moura)

Apresentado nesta quinta-feira, 11, na reunião mensal do Conselho Municipal de Turismo (Contur) por Elaine Cristina Linhares Diniz, nos foi mostrado os caminhos a percorrer neste portal eletrônico.

Está descrita uma breve apresentação do município, distância das capitais mais próximas e vias de acesso (apesar das rodovias serem as piores possíveis), restaurantes, hotéis e o principal, as atrações naturais e demais opções.

Dentre estas opções, os campos de busca são:

-o que fazer;

-o que ver;

-onde comer; e

-onde ficar.

A Fazenda do Pontal é um dos atrativos mas precisa ganhar conteúdo

Há seis anos os membros do Contur solicitavam esse canal de divulgação das atrações turísticas de Itabira e não havendo interesse da iniciativa privada nessa feitura, ficou imbuída essa pequena equipe da secretaria na criação desse portal eletrônico.

O portal eletrônico é de simples acesso. Está ainda em caráter experimental e a SMDECTIT conta com o apoio da comunidade para o seu constante desenvolvimento, principalmente com informações sobre atividades culturais e com novas imagens para melhor apresentar nossa cidade.

Na reunião também foi discutido a respeito do prato tradicional de Itabira, uma busca solicitada pela secretaria, para melhor identificação das pessoas com os locais.

Membros do Contur: reivindicação antiga é atendida

Em pesquisa empreendida no Arquivo Histórico de Minas Gerais foi encontrado um anúncio de uma fábrica de macarrão. Ou, como queiram alguns, de massas em antigo jornal do ano de 1913. Embora massas não possam ser consideradas como sendo nossos pratos típicos, fica o registro histórico.

Foi também dito a respeito de uma citação no livro “Feijão Angu e Couve”, do autor Eduardo Frieiro, provavelmente nos idos de oitocentos, a respeito do costume dos itabiranos no consumo de um “emplasto de feijão”, melhor dizendo, o nosso saboroso tutu. Aí sim, um prato que pode ser considerado típico da região – e do tropeirismo.

Para navegar ou passear no Portal do Turismo, acesse:

http://turismo.itabira.mg.gov.br

 

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

4 Comentários

  1. Fabio Andrade Carvalho on

    Parabéns pela iniciativa.
    O turismo é um potencial gerador de emprego e renda desde que a comunidade esteja alinhada com o poder público. São 52 atividades econômicas que envolvem o turismo, desde uma farmácia até os atrativos.
    Itabira tem todos os aspectos, desde o acesso a bons hoteis. Não há priorizacoes. Dos fatores que mais pesam é saber receber e isso o povo Itabirano é profissional, recebe seus visitantes de braços abertos e o sorriso largo.

Deixe um comentário