Delegacias de Polícia devem mudar para o antigo Real

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Quem precisar recorrer às Delegacias de Polícia (Civil, Criminal, Trânsito, da Mulher) para fazer um boletim de ocorrência, vistoriar um veículo ou mesmo tirar carteira de identidade, em breve terá mais trabalho e dispor de mais tempo.

No antigo Real, em um local em meio à densa vegetação, serão instaladas as Delegacias de Polícia (Fotos: Carlos Cruz)

É que as delegacias, hoje situadas no bairro Campestre e no centro, serão transferidas para o antigo clube Real, a cerca de seis quilômetros do centro da cidade, na zona rural. O antigo clube foi adquirido pela Vale em 2005 para ser transformado em área operacional da mineração.

A informação sobre a transferência é do delegado regional Paulo Tavares Neto. Ele, entretanto, disse que só irá revelar detalhes da transferência após a oficialização de um contrato de cessão do imóvel pelo regime de comodato com a mineradora.

“A transferência já é certa, só falta assinar o contrato de cessão do imóvel”, disse ele, após conceder entrevista a este site sobre as dificuldades de se tirar carteira de identidade na cidade, pela falta de funcionários cedidos pela Prefeitura (leia aqui).

Questionado se a transferência não irá trazer mais transtornos à população quando precisar recorrer às delegacias, principalmente aos mais pobres que não dispõem de condução própria, o delegado respondeu que a região dispõe de linha regular de transporte coletivo. “Tem ônibus que passa por lá regularmente. Vamos unificar as delegacias em um só local”, afirmou.

Já a Vale, questionada sobre a transferência do imóvel para instalar as delegacias, confirmou a cessão do imóvel a pedido da Polícia Civil por meio de sua assessoria de imprensa. Segundo ela, feita a solicitação, foi “dado início a um processo de cessão, em comodato, de uma área da empresa no bairro Conceição de Baixo, em Itabira”.

Porém, a mineradora não quis entrar em detalhes sobre a cessão do antigo clube, assim como não respondeu sobre a mudança dos objetivos iniciais do imóvel, adquirido para ser incorporado à sua área operacional. “Para comentar sobre o uso futuro dos bens cedidos, após a conclusão do trâmite, sugerimos procurar a autoridade policial responsável.”

Procurado, o delegado regional Paulo Tavares respondeu, também por meio de sua assessoria, que só daria entrevista após ser oficializada a cessão do terreno. Mas foi confirmada a transferência de todas as delegacias para o antigo Real.

Saiba mais

A Vale adquiriu o imóvel do antigo Real após uma assembleia dos associados do clube aprovar a transação. Para isso, foi assinado em 19 de setembro de 2005 um termo de compromisso de permuta de áreas. Em troca, um novo clube foi construído pela mineradora na mesma região.

Vale retira rejeito de braço da barragem do rio de Peixe para reprocessamento na usina Conceição

Para que a transferência ocorresse, a empresa construiu um trevo de acesso ao novo clube e à Vila Técnica Conceição, oferecendo mais segurança aos usuários – e atendendo exigência do Departamento de Estrada e Rodagem (DER).

Segundo a Vale justificou na ocasião, a aquisição da área do antigo clube se fazia necessária para aumentar a capacidade de contenção do rejeito da usina Conceição na barragem do rio de Peixe, no local ao lado do antigo clube.

Atualmente, a empresa está bombeando parte do rejeito para ser reaproveitado pelo processo de concentração de minério na usina Conceição. O reaproveitamento desse material irá liberar a área para dispor de mais rejeito, sem que seja preciso ampliar a barragem e ou ocupar um outro local para essa finalidade (leia mais aqui).

Além disso, com a recuperação do rejeito, pode não ser mais necessário ocupar a área do antigo clube. É o que certamente justifica a doação para a instalação das delegacias. Essa informação, entretanto, não é confirmada pela empresa. Mas é o que se conclui com a cessão do imóvel e com a retirada de rejeito de minério para reaproveitamento na área anexa ao clube.

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

2 Comentários

Deixe um comentário