Com o tempo esfriando, aumentam os casos positivos em Itabira. Na Vale já são 27 empregados testados positivos, informa a Prefeitura

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Como previsto, o número de casos positivos para o novo coronavírus (Covid-19) aumentou em Itabira com o início das testagens na empresa Vale, nos hospitais, pronto-socorro municipal e unidades de saúde.

É o que registra o boletim epidemiológico dessa quarta-feira (20), com 44 casos notificados, sendo que 27 novos casos positivos são de empregados e terceirizados da Vale, informa à reportagem o subsecretário de Comunicação, Ricardo Guerra. “A Prefeitura já realizou mais de 100 testes que deram negativos.”

Para os próximos dias, o número de pessoas testadas positivas irá aumentar progressivamente no município. Isso pela realização dos testes rápidos, mas também pela interiorização da pandemia. E também com o frio e a umidade relativa do ar que tende a cair assim que passar o chuvisco, o que torna as pessoas mais suscetíveis.

Os casos testados positivos no município, sejam eles realizados nas unidades de saúde, na Vale e nos laboratórios particulares, são obrigados a notificar à Vigilância Epidemiológica. Farmácias também estão autorizadas a realizar testes rápidos, conforme portaria do Ministério da Saúde – e devem também notificar os casos positivos.

Mapeamento

Hospitais, como o Nossa Senhora das Dores, pronto-socorro, laboratórios particulares já fazem testes rápidos. Farmácias também estão autorizadas (Fotos: Carlos Cruz)

A notificação à Vigilância Epidemiológica é imprescindível para se conhecer o avanço da pandemia no município, inclusive para mapear as regiões mais afetadas.

Além disso, com a notificação de cada caso, o paciente possa ser monitorado e acompanhado na evolução da doença, mesmo não estando hospitalizado, mas em isolamento domiciliar.

O aumento do número de pacientes testados positivos, inclusive de pessoa assintomáticas, e com o isolamento domiciliar obrigatório por 14 dias, diminui a contaminação de mais pessoas.

Em decorrência, alivia o sistema de saúde para que não entre em colapso, possibilitando que pacientes com quadro mais grave possam ser atendidos com todos os recursos e no tempo certo, salvando-se vidas.

Outra boa notícia, além do início da testagem, é que o número de casos recuperados ou descartados ultrapassa o de infectados em Itabira, com um total de 97 pacientes que já venceram a Covid-19.

Além disso, embora tenha aumentado o número de casos confirmados, não há, até o momento, paciente internado em decorrência do novo coronavírus. Todos se encontram em isolamento domiciliar.

“A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ampliou a sua equipe, capacitou e está aplicando em maior escala os testes rápidos de Covid-19”, informa a assessoria de imprensa da Prefeitura.

Assepsia e isolamento

“Que os pacientes testados positivos sigam rigorosamente o isolamento domiciliar, assim como as regras de higiene e de etiqueta respiratória”, pede a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares, que se preocupa com o fato de que o vírus já circula por todas as regiões.

Daí que aqueles que precisam deixar a segurança do isolamento domiciliar, ela pede para que não deixem de usar máscaras e tomar os cuidados com a assepsia, lavando constantemente as mãos com água e sabão, ou na falta, com álcool em gel.

É imprescindível também que as pessoas se mantenham afastadas uma das outras, a uma distância segura de pelo menos dois metros.

Eficiência

Segundo ainda o informe da Prefeitura, a testagem que está sendo feita nos hospitais e na rede pública de saúde, com a aquisição de 10 mil kits, foi validada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O exame rápido utiliza uma pequena amostra de sangue. O resultado sai em cerca de quinze minutos. A empresa que forneceu os kits garante que o teste possui confiabilidade de 99,3%.

Para os casos de pacientes com sintomas graves – cuja causa não é detectada pelo teste rápido, são feitos os testes de RT-PCR (considerado padrão ouro para detecção do novo coronavírus), com o encaminhamento à Fundação Ezequiel Dias (Funed). E, também, as laboratórios locais credenciados, seguindo protocolos do Ministério da Saúde.

Compartilhe.

Sobre o Autor

3 Comentários

  1. Me desculpe aí, mas, não é frio . É gente solta pra todo lado, mas lojas, mas pragas, mas ruas, mas lotéricas, nos bancos. Frio ajuda. 100 testes negativos? Brincadeira, nem uma rua de um bairro! Sic

Deixe um comentário