Com adesão ao Minas Consciente, Itabira já pode reabrir bares, restaurantes e lanchonetes a partir de segunda-feira

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

Após aderir ao programa Minas Consciente, do governo do Estado com critérios para a saída planejada da quarentena, Itabira já pode flexibilizar boa parte das medidas restritivas, como a abertura controlada de bares, restaurantes e lanchonetes, a partir de segunda-feira (10).

Para isso, o prefeito Ronaldo Magalhães (PTB) assinou decreto-municipal nesta sexta-feira (7), com as medidas necessárias de acordo com a onda Amarela, na qual o município passa a se enquadrar pelo novo plano de flexibilização.

Trata-se de uma etapa intermediária entre as ondas Vermelha (só atividades essenciais) e Verde (um quase liberou geral, mas dentro do “novo normal”. Academias e clubes, por exemplo, só podem voltar a funcionar quando o município ingressar na onda Verde.

A mudança, que dá mais autonomia ao município, ocorre com o abandono de Itabira à deliberação estadual nº 17, que é mais restritiva para preservar vidas e evitar a contaminação de rebanho. Isso enquanto o Minas Consciente tem, também, a preocupação de “salvar a economia”, após mais de quatro meses de quarentena bem flexível em todo o estado.

A distensão com o programa Minas Consciente ocorre quando o estado figura como o segundo com mais mortes diárias no país

Ondas sinalizadoras

Rosana Linhares, ao lado do prefeito, detalhou os critérios técnicos para a mudança de ondas: “para sair da quarentena, precisamos da colaboração de todos.” (Fotos: Carlos Cruz)

Itabira vive desde a primeira flexibilização municipal um misto de ondas Vermelha e Amarela, de acordo com a classificação da nova edição do Minas Consciente, mas até aqui seguiu preceitos da deliberação 17.

A partir de segunda-feira, por decreto municipal, o município passa a seguir os ditames do novo programa de flexibilização, com as três ondas que devem ser observadas de acordo com critérios técnicos já definidos.

“A partir de segunda-feira passamos para a onda amarela”, anunciou o prefeito na manhã desta sexta-feira (7), mesmo com a pandemia no município e na região se estabilizando, há vários dias, em platô elevado de contaminações. O anúncio reuniu 42 pessoas, número acima, portanto, dos 30 permitidos de aglomeração, entre secretários, assessores e jornalistas.

Para o município passar para onda Verde será preciso transcorrer pelo menos mais 28 dias, contados a partir de segunda-feira, quando passa valer o que estabelece o novo decreto municipal, com base nas diretrizes estabelecidas pelo Minas Consciente.

Nessa nova fase de distensão, além de bares, restaurantes e lanchonetes, podem voltar a funcionar também as livrarias, lojas de discos e revistas, enfim, todas as demais atividades não essências, fora as academias e clubes, que só serão reabertas quando o município atingir a onda Verde.

Será também só com essa onda mais liberalizante que os cinéfilos itabiranos podem, enfim, retornar às salas de cinema, frequentar o clube, as bibliotecas, ir ao museu e ao Memorial Drummond.

Na onda Verde será um quase “liberou geral”, mas desde que observados os novos protocolos e etiquetas dentro do “novo normal”, ainda em tempos de pandemia.

Parques de diversão também só podem voltar a funcionar a partir da onda verde. Nessa onda, as boates itabiranas podem abrir para shows, assim como os músicos voltam a se apresentar ao vivo nos barzinhos.

Saltos

Divulgação da adesão de Itabira ao Minas Consciente teve participação de 42 pessoas entre autoridades municipais, assessores e jornalistas

O salto de uma onda para outra irá ocorrer por critérios técnicos, que serão avaliados semanalmente, de acordo com os indicadores epidemiológicos.

“A mudança para a onda Verde vai depender muito da participação da população, ficando em casa e tomando todos os cuidados necessários. Se não houver essa participação e colaboração, corremos o risco de haver um retrocesso para a onda Vermelha”, adverte a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares.

“Esperamos não ter de voltar para a faixa Vermelha, mas evoluir para a Verde. Para isso precisamos contar com o apoio dos moradores, dos comerciantes, inclusive dos municípios vizinhos que integram a nossa microrregional de Saúde”, enfatiza o prefeito Ronaldo Magalhães

Na onda Vermelha só abrem supermercados, padarias, restaurantes para entrega no balcão e ou em domicílio, além dos hortifrutigranjeiros,  bancos, casas lotéricas e outras poucas atividades consideradas essenciais.

Não chega a ser, necessariamente, um lockdown com o confinamento das pessoas em casa, mas quase isso. Foi o que ocorreu por 40 dias em Itabira, desde que foi assinado o primeiro decreto de calamidade em saúde, em 19 de março.

Saiba quais são as atividades que podem abrir em cada uma das três etapas do plano Minas Consciente

Onda 1 – vermelha – só serviços essenciais

– Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência

– Bares (somente para delivery ou retirada no balcão)

– Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros

– Serviços de ambulantes de alimentação

– Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop

– Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito

– Vigilância e segurança privada

– Serviços de reparo e manutenção

– Lojas de informática e aparelhos de comunicação

– Hotéis, motéis, campings e pensões

– Construção civil e obras de infraestrutura

– Comércio de veículos, peças e acessórios automotores

Onda 2 – amarela – serviços não essenciais

– Bares (consumo no local)

– Autoescola e cursos de pilotagem

– Salão de beleza e atividades de estética

– Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo

– Papelaria, lojas de livros, discos e revistas,

– Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem

– Comércio de itens de cama, mesa e banho

– Lojas de móveis e lustres

– Imobiliárias

– Lojas de departamento e duty-free

– Lojas de brinquedos

Onda 3 – verde – serviços não essenciais com alto índice de contágio

– Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo

– Academias e demais atividades de condicionamento físico

– Cinemas, bibliotecas, museus, arquivos

– Parques, zoológicos e jardins

– Clubes

– Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê

– Parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca

– Bares com entretenimento (shows e espetáculos)

– Serviços de colocação de piercings e tatuagens

(Fonte: https://www.mg.gov.br/noticias/minas-consciente/entenda-divisao-por-ondas-nas-novas-regras-do-minas-consciente)

Compartilhe.

Sobre o Autor

3 Comentários

  1. Muito bem! Parabenizo a prefeitura.
    Estar positivo não significa adoecer. A vida não pode parar “dendicasa”. Gera mais doenças, como a depressão que fragiliza a imunidade.
    Passou da hora de confiarmos em nosso imunológico e adotarnos cuidados reais com a saúde, como evitar alimentos industrializados, praticar atividades físicas e cuidar do cabeção.
    Só assim para vencemos a “PandeMedo”.
    Vamuquevamu, Itabira!

  2. Martha Hirsch Aulete on

    Não podemos esquecer minuto nenhum a Comunicação Petista: PT [TM] = “Me engana que eu compro”.

    Em vez de se construir hospitais, construiu-se prédios inúteis. A Copa das Copas®, do PT e de lula.

    E PT®?
    “Muito engana-me, que eu compro” = Partido dos Trabalhadores[™].
    E o PT®? Qual o poder constante de sua propaganda ininterrupta?
    Eis:
    Vive o PT© de clichês publicitários bem elaborados por marqueteiros. Estilo do brilhante e talentoso João o Milionário Santana. Nada espontâneo.
    Mas apenas um frio slogan (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Skol®: a Cerveja que desce Redondo”/Ainda: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Não tem nada a ver com um projeto de Nação.

    Eis aqui a superficialidade do PETISMO:
    0.“Coração Valente©”
    1.“Pátria Educadora™” [Buá; Buá; Buá].
    2.“Pronatec©”
    3.“A Copa das Copas®”
    4.“Fica Querida©”
    5.“Impeachment Sem Crime é Golpe©” [lol lol lol]
    6.“Foi Golpe®”
    7.“Fora Temer©”
    8.“Ocupa Tudo®”
    9.“Lula Livre®”
    10.“®eleição sem Lula é fraude” [kuá!, kuá!, kuá!].
    11.“O Brasil Feliz de Novo®”
    12.“Lula é Haddad Haddad é Lula®” [kkkk]
    13.“Ele não®”.
    14.“Minha Casa, Minha Vida©”
    15.“Saúde não tem preço®”
    16.“Haddad agora é verde-amarelo®” [rsrsrs].
    17.“Rede cegonha©”
    18.“LUZ PARA TODOS™” (kkk).
    19. (…e agora…): “Ninguém Solta a Mão de Ninguém©”
    20.“Água para todos©” (é mesmo?)
    21.“Mais Médicos®”, pura propaganda e publicidade
    22. PT = “Controle social da mídia” [™] (hi! hi! hi!): desejo do petismo.
    23.“Brasil Carinhoso©” [que momento açucarado].
    24.“Bolsa Família®”
    25.“SKOL®: a Cerveja que desce RedondO”.
    PT© é vigarista e aderente ao charlatanismo.
    Vive de ótimos e CALCULADOS mitos publicitários.
    É o tal de: “me engana que eu compro”.
    Produtos disfarçados, embalagens mascaradas e rótulos mentirosos. PT™!
    Nós todos apreciamos consumir alguma coisa, com certa constância. Então isso seria bom… Mas não nesse caso. PT™ é uma farsa, simulacro Kitsch. Um partido desgraçado.

  3. Cristina Silveira on

    Brasil Consciente? Minas Consciente? Quando? No final vai ser doloroso para TODO MUNDO. É escandaloso saber que aqui no Brasil não se valoriza a VIDA. Povo gado. Povo que elegeu o chefe da Milícia no Rio é um Povo Necrocidadão.

Deixe um comentário