Arte Na Praça é necessária para que a cultura se torne popular

WhatsApp Pinterest LinkedIn +

José Norberto de Jesus

Neste domingo (26) será comemorado na praça Acrísio de Alvarenga o Dia da Cultura Popular, instituído conforme decreto 77/2018, de 27 de julho de 2018. De forma gratuita e laica, a produção comemora essa grande conquista nesta data, em local público, com a participação de artistas convidados de diversas vertentes culturais e gastronômicas.

Artesanato é fonte de renda e é exposto no Arte na Praça (Fotos: Mauro Moura e Carlos Cruz)

Fará parte da programação, o artesanato, a música, a dança, a gastronomia, oficinas, brincadeiras várias e outras atrações de entretenimento e cultura.

A Constituição Brasileira, ao estabelecer os princípios e as normas que regem nossa organização social, estipula como condição essencial para o desenvolvimento de nossa democracia, a participação dos cidadãos nos assuntos de interesse coletivo. Dentro deste contexto, compreendemos a importância da realização de uma programação plural para o deleite de todos e uso agradável do espaço.

Embasado nesta afirmação, acreditamos que as ações do Conselho Municipal de Política Cultural de Itabira, se me permite os seus membros, devem ser voltadas para o diálogo e a participação social.

E assim, deve promover a existência de canais e mecanismos de escuta pública e articulação dos diversos atores do município, de maneira a evitar que, desnecessariamente, os eventos aconteçam de forma isolada, especialmente numa semana em que se comemora o Dia Municipal da Cultura Popular.

Lavadeiras de Ipoema: expressão da cultura popular

Tal diálogo, certamente, evitaria, se agrupados dentro de um arranjo cultural, em um Calendário de Eventos, que deve ser promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, em uma proposta mais coletiva e participativa.

Além do mais, os atores desses eventos sociais podem obter uma resposta de público também diferente, por meio da colaboração entre agentes públicos e privados para o desenvolvimento da economia da cultura local.

Tudo isso sem falar que a democratização das instâncias de formulação das políticas culturais não atropelaria o processo respeitando os lados.

E, sobretudo, respeitando o direito à livre criação de cada um, sem atropelos. Enfim, dentro de um comprometimento que envolve o “respeitar a liberdade indispensável à pesquisa científica e à atividade criadora” e a adotar medidas “necessárias à conservação, ao desenvolvimento e à difusão da cultura”.

Por último, quando se diz que o diálogo é com a população, pressupõe-se que o agente da participação seja um ator social. Ou seja, alguém que representa interesses coletivos

Programação ARTE NA PRAÇA

Feira da Cultura Popular

Data: 26 / agosto / 2018

Local: Praça Acrísio

Horário: De 9 às 17 horas

PARTE DA MANHÃ

9 horas ………………………. Apresentação da Banda Música.

9h40 ………………………….. Apresentação de Coral

10h00 ………………………… Apresentação musical com Back Ferraz

10h30 ………………………… Apresentação do profº Luiz Soares

11h30 ………………………… Apresentação Téo Oliveira

PARTE DA TARDE

13h00 …………………………  Roda de Capoeira

13h30 …………………………  Apresentação do Grupo Afro-religioso e Cultural João Monlevade

14h30 ………………………… Apresentação das Guardas de Marujos

15h30 ………………………… Oficina de Chás

16h30 ………………………… Nandy Xavier

PROJETO ARTE NA PRAÇA

APOIO INSTITUCIONAL

Gabinete do Vereador Decão (MDB)

Prefeitura de Itabira

APOIO CULTURAL

Hortifruti Frigorífico Central

AIAA – Associação Itabirana de Artesanato

Dismacon

Lanchonete HNSD

ARTE

Marcos Almeida e Márcia Benevides

REALIZAÇÃO:

José Norberto e Tiago Batista

 

Compartilhe.

Sobre o Autor

Deixe um comentário